Cachoeira do Couto no Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira. Foto: Rodrigo Aguiar/FF

Cachoeira do Couto no Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira. Foto: Rodrigo Aguiar/FF


O Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira (SP) completa 59 anos de criação nesta sexta-feira, dia 19 de maio. Um dos mais antigos parques do Estado de São Paulo, ele possui sua área coberta por uma densa e exuberante vegetação da Mata Atlântica. Também abrange uma das províncias espeleológicas mais importantes do país, com mais de 300 cavernas cadastradas pela Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE). Graças a este extenso patrimônio, a Unidade de Conservação (UC) se transformou em referência no desenvolvimento do ecoturismo estadual e das pesquisas científicas.

A unidade abriga mais de 30 atrativos turísticos divididos em três seus núcleos: Santana, Ouro Grosso e Caboclos. Entre cavernas, cachoeiras, árvores centenárias, patrimônios histórico-culturais e arqueológicos, os visitantes encontram uma incrível biodiversidade de fauna e flora. O parque possui cavernas e trilhas para diversas idades, sendo um convite natural à exploração do fantástico mundo subterrâneo, com cavernas ornamentadas, riquíssimas em espeleotemas das mais diversas formas e tamanhos.

Entre os atrativos históricos, destacam-se o Museu da Cultura Tradicional, a casa de tráfico de farinha, monjolos e moenda de cana; vestígios de habitação de povos primitivos e sambaquis na Caverna Morro Preto e Ruínas da primeira usina de fundição de chumbo do Brasil.

O Parque Estadual funciona de segunda a sexta-feira, das 08h00 às 17h00. As visitas às cavernas ocorrem de terça-feira a domingo, no mesmo horário. A maioria dos atrativos exige, obrigatoriamente, o acompanhamento de um monitor ambiental cadastrado no Parque. os interessados devem consultar as normas de visitação, os atrativos autoguiados disponíveis e os horários para a realização das atividades antes de agendar a visita. (Consulte AQUI)

Mirante Vale do Betary no Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira. Foto: FF

Mirante Vale do Betary no Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira. Foto: FF

O Parque também é ótima opção para observar aves. Foto: Rodrigo Aguiar/FF

O Parque também é ótima opção para observar aves. Foto: Rodrigo Aguiar/FF

Formações rochosas do estilo vulcões dentro de caverna. Foto: Rodrigo Aguiar/FF

Formações rochosas do estilo vulcões dentro de caverna. Foto: Rodrigo Aguiar/FF

 

*Com informações da Fundação Florestal

 

 

 

Comentários

comentários