Os Mosaicos de Unidades de Conservação são uma ferramenta importante de gestão integrada para fortalecer as áreas protegidas. Estes instrumentos foram oficialmente instituídos pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC) em 2000, ao prever que “a gestão do conjunto deverá ser feita de forma integrada e participativa, considerando-se os seus distintos objetivos de conservação, de forma a compatibilizar a presença da biodiversidade, a valorização da sociodiversidade e o desenvolvimento sustentável no contexto regional”. Os mosaicos podem incluir qualquer categoria de área protegida, tanto de proteção integral quanto de uso sustentável. O importante é unir forças pela preservação. “A união faz a força”.

Hoje existem 15 mosaicos reconhecidos pelo Ministério do Meio Ambiente no Brasil. Da Mata Atlântica ao Cerrado, na Caatinga ou na Floresta Amazônica, os mosaicos integram as unidades de conservação e constroem corredores ecológicos que ajudam a garantir áreas mais extensas de preservação, além da circulação da fauna.

Para conhecer mais sobre os mosaicos brasileiros, o WikiParques preparou uma lista dividida em duas partes para apresentá-los aos nossos leitores:

Mosaico Capivara-Confusões

Registro de um calango no Parque Nacional da Serra das Confusões, animal típico da Caatinga. Foto: Joaquim Neto

Registro de um calango no Parque Nacional da Serra das Confusões, animal típico da Caatinga. Foto: Joaquim Neto

O Mosaico Capivara-Confusões foi o primeiro mosaico de unidades de conservação no Brasil. Ele foi criado em 2005 com a proposta unir duas importantes unidades de conservação na Caatinga, o Parque Nacional da Serra da Capivara (PI) e Parque Nacional da Serra das Confusões (PI), através de um corredor ecológico. A área total do mosaico é de cerca de 1,5 milhão de hectares. O corredor e as unidades de conservação correspondem a uma importante zona de sítios arqueológicos.

Mosaico Bocaina

Vista aérea do Parque Estadual da Serra do Mar, uma das unidades que compõe o Mosaico Bocaina. Foto: Fabíola Ortiz

Vista aérea do Parque Estadual da Serra do Mar, uma das unidades que compõe o Mosaico Bocaina. Foto: Fabíola Ortiz

O Mosaico Bocaina foi instituído em 2006 e corresponde a um corredor ecológico de mais de 250 mil hectares formado por unidades de conservação no Vale do Paraíba do Sul, entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro. São 18 unidades de conservação em zona de Mata Atlântica, além de cinco terras indígenas e quatro quilombos. Entre as unidades do mosaico estão o Parque Estadual da Ilha Grande (RJ) e o Parque Estadual da Serra do Mar (SP). O mosaico integra o Corredor de Biodiversidade da Serra do Mar.

Mosaico Mata Atlântica Central Fluminense

Paisagem no Parque Estadual dos Três Picos, uma das UCs do Mosaico Mata Atlântica Central Fluminense. Foto: Rodrigo Freitas

Paisagem no Parque Estadual dos Três Picos, uma das UCs do Mosaico Mata Atlântica Central Fluminense. Foto: Rodrigo Freitas

O Mosaico Mata Atlântica Central Fluminense engloba 29 unidades de conservação sob gestão federal, estadual ou municipal, além de reservas particulares do patrimônio natural (RPPNs). O território do mosaico, que foi reconhecido em 2006, possui 295.723 hectares de extensão. Dentre as unidades de conservação que compõe este corredor de Mata Atlântica estão o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (RJ) e o Parque Estadual dos Três Picos (RJ).

Mosaico Mantiqueira

Tucano de bico verde flagrado em pleno voo no Parque Nacional do Itatiaia. Foto: Fabrício Corsi Arias

Tucano de bico verde flagrado em pleno voo no Parque Nacional do Itatiaia.
Foto: Fabrício Corsi Arias

O Mosaico da Mantiqueira foi reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente em 2006. Composto por 17 unidades de conservação, além de diversas RPPNs, a área do mosaico equivale a 729.138 hectares. As UCs do mosaico protegem importantes áreas remanescentes de Mata Atlântica na região do Vale do Rio Paraíba do Sul e da Serra da Mantiqueira. Entre as unidades do mosaico está o Parque Nacional do Itatiaia (RJ).O Mosaico Mantiqueira também integra o Corredor da Biodiversidade da Serra do Mar.

Mosaico Carioca

Visual do Parque Nacional da Tijuca, uma das unidades do Mosaico Carioca. Foto: Peterson de Almeida

Visual do Parque Nacional da Tijuca, uma das unidades do Mosaico Carioca. Foto: Peterson de Almeida

O Mosaico Carioca foi oficialmente reconhecido em 2011. Composto de 20 Unidades de Conservação, o Mosaico reúne a gestão das três diferentes esferas do governo. Entre os parques que fazem parte do mosaico estão o Parque Nacional da Tijuca (RJ) e o Parque Estadual da Pedra Branca (RJ), duas das maiores florestas urbanas do mundo. Recentemente, parte do corredor ecológico de Mata Atlântica formado pelo mosaico foi interligado através da Trilha Transcarioca (RJ).

Mosaico do Litoral de São Paulo e Paraná (LAGAMAR)

A partir do Parque Estadual do Pico do Marumbi é possível contemplar parte das áreas protegidas integradas pelo Mosaico LAGAMAR. Foto: Anderson Mequelusso

A partir do Parque Estadual do Pico do Marumbi é possível contemplar parte das áreas protegidas integradas pelo Mosaico LAGAMAR. Foto: Anderson Mequelusso

Composto por 33 unidades de conservação, o Mosaico do Litoral de São Paulo e Paraná (LAGAMAR) conecta importantes fragmentos remanescentes de Mata Atlântica. Ao longo do mosaico estão cenários de montanhas importantes como o Pico do Paraná e o Pico do Marumbi, ambos protegidos por Parques Estaduais, assim como unidades de ecossistemas costeiros, como o Parque Nacional do Superagui (PR).

Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu

A região do Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu é reconhecida pela sua importância geológica e espeleológica. Foto: WikiParques

A região do Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu é reconhecida pela sua importância geológica e espeleológica. Foto: WikiParques

Localizado no estado de Minas Gerais, o Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu abrange uma área superior a 1.300.000 hectares de extensão. O mosaico foi instituído em 2009 e é considerado uma estratégia fundamental para fortalecer as unidades de conservação do Cerrado mineiro. Dentre as unidades de conservação que integram o mosaico estão o Parque Nacional Grande Sertão Veredas (MG) e o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu (MG). O mosaico também inclui a Reserva Indígena dos Xacriabás.

 

Na Parte 2, a continuação desta lista traz os outros oito mosaicos brasileiros!

 

 

 

Comentários

comentários