Consulta pública apresentará o projeto de transformação da Ilha das Cobras em Parque Estadual. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo


O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) promove na próxima quinta-feira, dia 19/07, uma consulta pública para apresentar o projeto de implementar uma unidade de conservação na Ilha das Cobras, o Parque Estadual Ilha das Cobras (PR). Além de preservar os ecossistemas que há no local, a nova área protegida também deverá servir como base apoio para realização de pesquisas científicas e para a promoção de educação ambiental com escolas públicas e privadas do litoral.

A história da Ilha das Cobras começa em 1855 quando ali foi fundado o Lazareto da Ilha das Cobras, uma estação de tratamento para marinheiros subordinada ao Porto de Paranaguá. Desde então, já assumiu diversos papéis. Em 1859 foi adquirida pelo Governo Federal e destinada ao tratamento de doentes de febre amarela e outras doenças infecciosas. Em 1963, ela se transforma em escola de pescadores para meninos infratores. No ano seguinte, durante o Estado Novo de Getúlio Vargas, o mesmo espaço foi utilizado como prisão para os comunistas que eram contra o regime da ditadura. Em 2006, um Contrato de Cessão de Uso Gratuito entre a União e o Estado do Paraná, faz do local base de apoio ao Porto de Paranguá e Antonina.

A consulta é uma etapa obrigatória para o processo de criação da nova Unidade de Conservação. Após sua realização o Estado poderá finalizar os estudos que estão sendo desenvolvidos por um grupo de trabalho multidisciplinar formado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Sanepar, Instituto de Terras Cartografias e Geologia (ITCG), Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI), entre outros.

 

Serviço:

Consulta Pública para Criação do Parque Estadual Ilha das Cobras
Quando?
19/o7, quinta-feira, de 19hoo às 22h00
Onde? Auditório da Paranaguá Previdência (Avenida Gabriel de Lara, nº 1307, Bairro Leblon – Paranaguá)

 

*Com informações do IAP

 

 

 

Comentários

comentários