A criação da nova unidade de conservação municipal protege o soldadinho-do-araripe, espécie ameaçada de extinção. Foto:  Wikimedia Commons

A criação da nova unidade de conservação municipal protege o soldadinho-do-araripe, espécie ameaçada de extinção. Foto: Wikimedia Commons


Na terça-feira (21/03), durante o I Seminário de Gestão Ambiental Compartilhada, no Ceará, foi assinado o protocolo de criação do Refúgio da Vida Silvestre Soldadinho-do-Araripe (CE). A unidade de conservação que terá entre seus principais objetivos a preservação do Antilophia bokermanni, popularmente conhecido como soldadinho-do-araripe. Descoberta em 1996 a espécie já está em perigo crítico de extinção.

A primeira unidade de conservação do município de Crato, a área protegida ocupa uma área de 5.103,38 hectares, resultado de um investimento de R$ 197.600,00 por parte do Governo do Estado do Ceará. O projeto de criação do novo Refúgio foi financiado pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), a partir de estudos técnicos realizados pela Associação de Pesquisa e Preservação de Ecossistemas Aquáticos – Aquasis. 

Segundo os estudos, a criação da unidade de conservação elevará o percentual de proteção integral da espécie de 2% até 34%. Além da proteção da fauna, a unidade abrangerá a maior parte das nascentes nas encostas da Chapada do Araripe, beneficiando a qualidade de vida de diversas pessoas.

ndice2

 

*Com informações do Governo do Estado do Ceará

 

 

 

 

Comentários

comentários