30ª ATM. Rio nas Montanhas. Foto: Duda Menegassi

30ª ATM. Rio nas Montanhas. Foto: Duda Menegassi


No fim de semana passado (06 e 07/05), a Praça General Tibúrcio, na Urca (RJ), foi palco da anual Abertura da Temporada de Montanhismo , que celebra o começo da época mais propícia para a prática de atividades de montanha. Esta edição de 2017 representou um marco importante na história do evento: seu aniversário de 30 anos de existência. O clima de comemoração embalou os montanhistas, desde aqueles que são presença confirmada até novos praticantes do esporte.

Entre os estandes de marcas esportivas, se destacavam estandes dedicados aos Parques Nacionais da Tijuca (RJ) e da Serra dos Órgãos (RJ), referências de unidades onde os montanhistas se sentem em casa. A programação da ATM, como é chamada entre os íntimos, incluiu competições de escalada, oficinas, atividades de educação ambiental, sessões de filme, palestras e o lançamento de dois livros. No sábado (06) foi feito o simbólico rapel do bondinho de carga no Morro da Urca.  O Movimento da Trilha Transcarioca também esteve lá e, no domingo (07), foi inaugurada no Morro da Urca a placa  que indica o trecho final da trilha no sentido oeste-leste.

Um dos momentos mais esperados no final de semana foi o Mosquetão de Ouro, premiação conferida a montanhistas e escaladores em seis categorias. Destaque para o projeto “Montanha para Todos”, vencedor na categoria Montanhismo e Sociedade. Do do casal de montanhistas Guilherme Simões e Juliana Tozzi, o projeto desenvolveu uma cadeira especial que permite que pessoas com dificuldade de locomoção não fiquem para trás na hora de ir montanha acima. A cadeira, apelidada de Julietti, foi a responsável por um dos momentos mais emocionantes do evento, como conta uma das organizadoras do evento, Kika Bradfort: “levamos o casal Cyonira e Tadeusz Hollup, ambos com mais de 80 anos, no cume do Morro da Urca, ele foi caminhando e ela foi graças à cadeira adaptada”.

Os outros vencedores do Mosquetão de Ouro foram: Domingos Sávio, pelo Projeto Pão de Açúcar Verde (categoria Montanhismo e Ação Local); a equipe de escaladores Edemilson Padilha, Waldecir Machado, Willian Lacerda, Horácio Gratton e Wagner Borges, pela conquista da Via Sangue Latino (Escalada); a jovem escaladora de apenas 10 anos, Amanda Criscuoli (Escalada Esportiva); o alpinista Pedro Hauck (Montanhismo); e o montanhista Edson “Dubois” Struminski (Vida na Montanha), que recebeu a homenagem póstuma.

A ATM é um evento realizado pela Federação de Esportes de Montanha do Estado do Rio de Janeiro (FEMERJ), com patrocínio da Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar.

 

Mais imagens do evento

A Abertura da Temporada de Montanhismo tomou conta do cartão-postal do Rio, na Urca. Foto: Duda Menegassi

A Abertura da Temporada de Montanhismo tomou conta do cartão-postal do Rio, na Urca. Foto: Duda Menegassi

O evento trazia atividades para todas as idades. Menina brinca no muro de escalada. Foto: Duda Menegassi

O evento trazia atividades para todas as idades. Menina brinca no muro de escalada. Foto: Duda Menegassi

Menina brinca no muro de escalada montado pro evento. Foto: Duda Menegassi

Menina brinca no muro de escalada montado pro evento. Foto: Duda Menegassi

Foto: Duda Menegassi

Foto: Duda Menegassi

A mais jovem ganhadora do Mosquetão de Ouro, Amanda Criscuoli. Foto: Duda Menegassi

A mais jovem ganhadora do Mosquetão de Ouro, Amanda Criscuoli. Foto: Duda Menegassi

Casal responsável pelo projeto Montanha para Todos, ganhador do Mosquetão de Ouro. Foto: Duda Menegassi

Casal responsável pelo projeto Montanha para Todos, ganhador do Mosquetão de Ouro. Foto: Duda Menegassi

Equipe responsável pela ATM. Foto: Duda Menegassi

Equipe responsável pela ATM. Foto: Duda Menegassi

 

 

Comentários

comentários