Parque Nacional de São Joaquim

Edição feita às 15h52min de 5 de outubro de 2016 por Ferreira (disc | contribs)

Fique por dentro das novidades do Parque Nacional de São Joaquim no Blog do WikiParques


Carregando mapa...
Parque Nacional de São Joaquim
Esfera Administrativa: Federal
Estado: Santa Catarina
Município: São Joaquim, Urubici, Bom Jardim da Serra, Orleans e Grão Pará
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 49.300 hectares
Diploma legal de criação: Decreto n° 50.922 de 6 de julho de 1961.
Coordenação regional / Vinculação: Parna federal, órgão gestor ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade)
Contatos: Tel: (49) 3278-4994

Endereço sede: Rua Felicíssimo R. Sobrinho, 1.542
Esquina, Urubici, Santa Catarina.
CEP: 88.650-000
Email: parna.saojoaquim@icmbio.gov.br

Índice

Localização

O Parna está situado na região serrana de Santa Catarina e abrange os municípios de Urubici, Bom Jardim da Serra, Orleans e Grão Pará.

Como chegar

Pela via rodoviária: um dos acessos sai da capital (Florianópolis/SC) seguindo pela BR-282, sentido Lages/SC, na localidade de Santa Clara, município de Bom Retiro/SC. Vira-se à esquerda pela rodovia SC-438 (Serra do Panelão), e após 24 km chega-se ao município de Urubici/SC. Desse ponto até o parque são mais 27 km em estrada rural (sem pavimento), estrada geral do Morro da Igreja.

O segundo acesso segue pela BR-101, sentido Tubarão/SC. Quando chegar neste município, virar à direita sentido Orleans e de lá pela SC-438, conhecida como Estrada da Serra do Rio do Rastro. Passando a serra o visitante chega a Bom Jardim da Serra e de lá é possível conhecer o Cânion Laranjeiras ou seguir mais 80 km pela mesma estrada e chegar a Urubici.

Pela via aérea: há aeroporto na capital Florianópolis que recebe vôos regulares.

Ingressos

Não há cobrança de ingresso nos dois principais pontos de visitação.

O Parque pode ser visitado a ano todo, mas o melhor período para conhecer a parte alta é durante o inverno. Enquanto que a parte baixa pode ser desfrutada durante todo ano, mesmo no verão, porém é época de grande incidência de chuva.

Horário de funcionamento da Parte Baixa: Inicia-se às 08h00, com permanência até às 17h00.

Horário Parte Alta: Das 07h00 às 14h30. A permanência estende-se até às 18h00

São recomendados condutores credenciados pelo Parque para fazer trilhas dentro da Unidade.

Fora do parque existem inúmeras atrações com cobrança de ingresso, onde se destacam o Snow Valley (Parque de Esportes de Aventura) e a Villa Francione (vinícola).

Onde ficar

Em Urubici, a 27 km do Parque, conta com uma rede de hospedagem, especialmente, de pousadas rurais. Jardim da Serra também conta com opções de acomodação.

Objetivos específicos da unidade

O Parque Nacional tem como objetivo básico a preservação de ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico vigente.

Histórico

A criação do parque, em julho de 1961, está ligada à necessidade de proteção dos remanescentes de Matas de Araucárias, que se encontram dentro de seus limites.

Atrações

Entre os atrativos estão a Pedra Furada e Morro da Igreja em Urubici que podem ser acessados por carro; e o Cânion Laranjeiras em Bom Jardim da Serra. Este atrativos tem acesso ruim e é possível alcançar apenas com carros grandes. É preciso ainda fazer um trecho a pé de 3 km.

Para fazer as trilhas dentro da Unidade é preciso ter guias credenciados. Na região nordeste do Parque encontra-se as maiores altitudes, sendo o ponto máximo o Morro da Igreja, com 1.822 metros. No centro do Parque também há áreas bastante elevadas, com altitudes acima de 1.650 metros. Essa região do parque é denominada Campos de Santa Bárbara.

Aspectos naturais

Esta Unidade destaca-se na preservação das Matas de Araucárias, Campos de Altitude e Matinhas Nebulares, além é claro da Mata Atlântica. A UC representa uma importante área de recarga e descarga do Aquífero Guarani e suas formações geológicas são destaque no turismo regional.

Relevo e clima

As temperaturas no Parque podem chegar a -13°c.

As rochas que formam o Parque são vulcânicas de basalto que datam de 133 milhões de anos.

Fauna e flora

Seu clima de frio intenso não permite o desenvolvimento de uma grande quantidade de fauna, mas há várias espécies ameaçadas de extinção na área e entorno do Parque

A fauna apresenta mamíferos como pacas, cachorros-do-mato, bugios e jaguatiricas. Entre as aves, encontram-se a gralha-azul, a curiaca, o caxinguelê e o surucuá-de-barriga-vermelha.

Problemas e ameaças

Atualmente, o Parna possui cerca de 20% de sua área já regularizada (áreas devolutas e indenizadas) e continua em processo para regularização de outras propriedades. Não possui Plano de Manejo. A UC contém um número significativo de espécies que constam da lista brasileira e ou das listas estaduais de espécies ameaçadas de extinção.

Fontes

http://observatorio.wwf.org.br/unidades/cadastro/393/

http://www.icmbio.gov.br/portal/o-que-fazemos/visitacao/ucs-abertas-a-visitacao/196-parque-nacional-de-sao-joaquim.html

http://www.icmbio.gov.br/portal/biodiversidade/unidades-de-conservacao/biomas-brasileiros/mata-atlantica/unidades-de-conservacao-mata-atlantica/2183-parna-de-sao-joaquim

Decreto criação: http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/imgs-unidades-coservacao/parna_sao_joaquim.pdf

http://www.icmbio.gov.br/parnasaojoaquim/

http://www.icmbio.gov.br/parnasaojoaquim/guia-do-visitante.html

http://www.brasil.gov.br/localizacao/parques-nacionais-e-reservas-ambientais/parque-nacional-de-sao-joaquim-2013-sc

https://www.facebook.com/pages/Parque-Nacional-de-S%C3%A3o-Joaquim/103807612990818?nr