Parque Natural Municipal David Victor Farina

Edição feita às 10h37min de 11 de setembro de 2019 por Fabricio Rosa (disc | contribs)

(dif) ← Edição anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)

O Parque Natural Municipal David Victor Farina abrange uma área total de 43,69 ha e possui um importante fragmento de Mata Atlântica, com uma vegetação que vai desde Restinga à Floresta de Tabuleiro. Inserido em um contexto urbano, no seu entorno localizam-se os Bairros Coqueiral e Praia dos Padres. Criado inicialmente pelo Decreto Municipal 6.144 de 1995 como Reserva Florestal “David Victor Farina” foi recategorizado de acordo com o Sistema Nacional de Unidades de Conservação pelo Decreto nº 14.558 de 2005 como Parque Natural Municipal. O seu nome é em homenagem ao antigo proprietário da área, o italiano David Victor Farina que residiu no local durante o período em que se desenvolveu a colonização do Município de Aracruz por imigrantes, e tinha preocupação de preservar as suas matas.


http://www.aracruz.es.gov.br/arquivos/semam/Shapefile_Limites_PNM_David_V_Farina.zip

Parque Natural Municipal David Victor Farina
Esfera Administrativa: Municipal
Estado: Espirito Santo
Município: Aracruz
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área:
Diploma legal de criação: Decreto n° 14.558
Coordenação regional / Vinculação: Gerência de Recursos Naturais - Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Aracruz..
Contatos: 3270-7067

semam.grn@aracruz.es.gov.br

Índice

Localização

O Parque está localizado a 32 km da Sede, na Rodovia ES-010, km 07 na Localidade de Praia dos Pares (Antiga Água Branca).

Como chegar

Ingressos

Não há cobrança de ingressos.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Preservar e conservar os remanescentes dos ecossistemas naturais; - Possibilitar a manutenção da biodiversidade; - Valorizar a paisagem da região; - Assegurar condições de bem estar público; - Desenvolver atividades de educação, visando aprofundar o conhecimento e a conscientização em relação ao meio ambiente; - Estimular e promover a realização de pesquisas científicas e e atividades de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico de forma compatível com os demais objetivos do Parque.

Histórico

A Unidade de Conservação hoje denominada Parque Natural Municipal David Victor Farina teve seu nome originado em homenagem a um cidadão de nacionalidade italiana, chamado David Victor Farina, cujo este foi proprietário da referida área durante um longo período em que se desenvolveu a colonização do município de Aracruz por imigrantes, e que, através de seus descendentes, soube-se da preocupação que o mesmo possuía com a preservação da mata em sua propriedade. Inicialmente, a Unidade de Conservação foi criada através do Decreto Municipal nº 6.144, de 27 de julho de 1995, denominada como Reserva Florestal “David Victor Farina”, com uma área de 441.250 m² (44 ha aproximadamente), situada na antiga localidade de Água Branca, distrito de Santa Cruz. Considerando a relevância ambiental da mesma, a Reserva Florestal foi então transformada à Parque Natural Municipal David Victor Farina, através do Decreto nº 14.558 de 13 de outubro de 2005, enquadrado na categoria de Unidade de Conservação de Proteção Integral conforme critérios, normas de implantação e gestão definidos pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), por meio da Lei Federal nº 9.985 de 18 de julho de 2000 e de seu Decreto de Regulamentar nº 4.340 de 22 de agosto de 2002.

Atrações

Valorização da paisagem da região, desenvolvendo atividades de educação ambiental e de recreação em contato com a natureza, turismo ecológico.

Aspectos naturais

Relevo e clima

A região na qual se insere o PNM David Victor Farina está localizada em área de Domínio Morfoestrutural de Depósitos Sedimentares, Região dos Piemontes Inumados e unidade Tabuleiros Costeiros. O relevo do Parque é predominantemente plano, com declividades variando de 0 a 3 %, particularmente, em toda sua porção central, sendo levemente inclinado em direção à costa, com cotas variando entre 20 e 25 m. Nos talvegues dos cursos d'água e linhas de drenagem

presentes no parque e no entorno são observadas as menores cotas (< 5 m) e declividades mais acentuadas (de 8 a 45%).

Fauna e flora

Apesar de estar localizado próximo aos núcleos urbanos, o Parque mantém um expressivo fragmento de mata atlântica, abrigando diversas espécies nativas da fauna e flora, inclusive ameaçadas de extinção. Sua vegetação é composta principalmente por restinga e floresta de tabuleiro. Aracruz se situa em Zona de Tabuleiro e de Baixada, que configuram ao município algumas montanhas, extensas áreas verdes, partes da mata atlântica, reservas ecológicas, praias, lagoas e rios. Com um extenso litoral, abriga vegetação de restinga, manguezais, áreas voltadas a silvicultura, entre outras, além de apresentar, já em ambiente marinho, pontais de recife. Para o levantamento de dados primários foram realizadas amostragens de campo por meio de busca ativa diurna e noturna nas áreas do Parque Natural Municipal David Victor Farina e entorno, com foco nas espécies pertencentes ao grupo da herpetofauna (anfíbios e répteis), avifauna e mastofauna não voadora.

Problemas e ameaças

Fontes

- http://www.aracruz.es.gov.br/arquivos/semam/Shapefile_Limites_PNM_David_V_Farina.zip - http://www.aracruz.es.gov.br/arquivos/semam/Decreto_14.558_2005_Reclassificao_PNM_David_Victor_Farina.pdf