Área de Proteção Ambiental Jenipabu



http://adcon.rn.gov.br/ACERVO/idema/DOC/DOC000000000033850.PDF

Área de Proteção Ambiental Jenipabu
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Rio Grande do Norte
Município: Natal/Extremoz
Categoria: Área de Proteção Ambiental
Bioma: Mata Atlântica
Área: 1.881 hectares
Diploma legal de criação: Decreto nº 12.620, de 17 de maio de 1995.
Coordenação regional / Vinculação: Instituto do Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte - IDEMA
Contatos: Núcleo de Unidade de Conservação - NUC/IDEMA

0xx (84) 3232-1981 0xx (84) 3232-1992 charles.idema@gmail.com nucidema@gmail.com

Índice

Localização

Latitude e Longitude: - entre latitudes 05º 40’ 40”S e 05º 44’ 20”S. - entre longitudes 35º 12’ 10”W e 35º 14’ 01”W.

Como chegar

Partindo de Natal, o acesso à APA pode ser realizado pela ponte Newton Navarro, saindo da Praia do Forte, atravessando o Rio Potengi e seguindo pela RN 303 ou pela RN 304. Outro trajeto pode ser realizado pela Ponte de Igapó, na Zona Norte, seguindo pela estrada da Redinha, em um percurso de 15 quilômetros, ou ainda atravessando o rio por meio da balsa, que sai de Santos Reis, próximo às praias dos Artistas e do Meio.

Ingressos

Há entrada para visitantes com o custo de R$ 2,00, para que os mesmos realizem trilhas interpretativas com visitação a Lagoa de Jenipabu.

Onde ficar

Pousada Paraíso das Tartarugas; Pousada Villa do Sol; Pousada Soleil; Pousada Aconchego de Jenipabu; Pousada Santa Rita Beach.

Objetivos específicos da unidade

De acordo com seu Decreto de criação, a APA Jenipabu foi criada com os objetivos de ordenar o uso, proteger e preservar os ecossistemas de praias, mata atlântica e manguezal; as lagoas, rios e demais recursos hídricos; as dunas; as espécies vegetais e animais.

Histórico

O processo de criação para a APA Jenipabu iniciou-se a partir do desenvolvimento de um turismo voltado para o passeio de buggys nas dunas de Jenipabu, processo este que enfrentou dois grandes obstáculos: o interesse dos proprietários das áreas em cobrar pelo uso de suas propriedades, e as potenciais alterações aos recursos ambientais disponíveis, caso a atividade não fosse realizada de maneira sustentável.

Atrações

Passeios de Buggy; Passeio de Dromedário; Aquário Natal; Skybunda; Visuais da Lagoa de Jenipabu; Comidas típicas; Sol e Mar.

Aspectos naturais

A APA Jenipabu faz parte do Bioma Costeiro, formado por um mosaico de ecossistemas encontrados ao longo do litoral brasileiro. Manguezais, dunas, restingas, praias, lagoas, matas e outros ambientes importantes exemplificam a diversidade de ecossistemas encontrada.

Relevo e clima

Em superfície encontram-se os sedimentos eólicos esbranquiçados que formam as dunas móveis e fixas. Nos setores menos elevados da topografia tem-se as coberturas arenosas a areno-siltosas de cores variadas, sobrepostas às rochas sedimentares do Grupo Barreiras. Ainda, associado aos cursos de água, ocorrem depósitos fluviais e flúvio-marinhos do Rio Doce e Rio Ceará-Mirim, respectivamente. O clima na área é tropical chuvoso com chuvas no inverno e verão seco. A precipitação pluviométrica média anual é da ordem de 1456,6 mm, a temperatura média anual é de 26,6º C e a umidade relativa do ar é de 70%.

Fauna e flora

Problemas e ameaças

A urbanização desordenada e irregular é uma realidade na Região Metropolitana de Natal (RMN), principalmente nos municípios que possuem faixa litorânea, constituindo um obstáculo para a proteção do meio ambiente. Isso ocorre devido a vários fatores, entre eles o aumento populacional, o crescimento da atividade turística, a expansão da especulação imobiliária, à falta da implementação dos instrumentos de ordenamento de uso e ocupação do território.

Fontes