Área de Proteção Ambiental de Murici

Fique por dentro das novidades da Área de Proteção Ambiental de Murici no Blog do WikiParques



Área de Proteção Ambiental de Murici
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Alagoas
Município: Branquinha (AL), Colônia Leopoldina (AL), Flexeiras (AL), Ibateguara (AL), Joaquim Gomes (AL), Messias (AL), Murici (AL), Novo Lino (AL), São José da Laje (AL), União dos Palmares (AL)
Categoria: Área de Proteção Ambiental
Bioma: Mata Atlântica
Área: 116.100 hectares
Diploma legal de criação: Lei Estadual nº 5.907/1997
Coordenação regional / Vinculação:

Gestor: Ykson Teotônio de Emery
Endereço: Av. Major Cícero de Goes Monteiro, 2197
CEP: 57017320
Bairro: Mutange
UF: AL
Cidade: Maceió
Site:
Telefone: (82) 33151732, (82) 33151747
E-mail: yksonemery@hotmail.com

Contatos:

Índice

Localização

Como chegar

Ingressos

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

1. Assegurar as condições naturais de reprodução da flora e da fauna nativas; 2. Proteger o ecossistema e os seres humanos dos efeitos negativos da poluição e da degradação ambiental originados de quaisquer fontes; 3. Possibilitar o desenvolvimento harmônico na região sem prejuízo dos recursos ambientais especialmente protegidos pela legislação; 4. Resguardar a vegetação natural e a flora característica inclusive toda a população da fauna protegendo sua função científica, relevância ecológica, econômica e paisagística; 5. Compatibilizar a ocupação antrópica com a proteção ao meio ambiente local.

Histórico

No local, encontra-se encravada a Estação Ecológica de Murici com uma área de 96.466 ha de responsabilidade do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Por todo esse conjunto de cenários e paisagens naturais a área foi inserida na Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA), ganhando o status de Patrimônio da Humanidade concedido pela UNESCO.

Atrações

Aspectos naturais

A cobertura vegetal apresenta fisionomias diversas da tipologia da Floresta Ombrófila, com aspectos denso e aberto.

Relevo e clima

Incorporando áreas de domínio às bases da Escarpa Cristalina Oriental do Planalto da Borborema a um nível de 500 metros acima do mar, podemos destacar as serras do Ouro, dos Frios, Azul, da Palha, dentre outras.

A hidrografia é rica na região, onde ocorrem os rios Jacuípe, Camaragibe, Seco, Porto Velho, Branco, Riacho Galho do Meio, Riacho Sueca que formam a hidrografia da região, possibilitando várias quedas d’água, tendo como destaque as cachoeira da Catita, em Ibateguara e a da Tiririca, em Murici, representando pontos potenciais ao ecoturismo na região.

Fauna e flora

Problemas e ameaças

Entre os principais problemas estão o desmatamento, queimadas, caça e pesca predatórias, deposição inadequada de resíduos sólidos e efluentes.

Fontes

Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL)

CNUC