Estação Ecológica de Maracá Jipioca




Estação Ecológica de Maracá Jipioca
Esfera Administrativa: Federal
Estado: Amapa
Município: Amapá (AP)
Categoria: Estação Ecológica
Bioma: Amazônia
Área: 58.756,95 hectares
Diploma legal de criação: Decreto s/nº, de 02 de junho de 1981.
Coordenação regional / Vinculação: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)
Contatos: E-mail:

1. iranildo.coutinho@icmbio.gov.br Telefone: 1. (96) 3421-1112 2. (96) 3243-1555

Índice

Localização

Endereço: Rua Guarany, 274 - Centro - Amapá/AP CEP: 68.950-000

Localiza-se na concavidade da Costa do Amapá, próximo ao Cabo Norte.

Como chegar

O acesso, a partir de Macapá pode ser por via fluvial/marítima ou rodoviária até a cidade de Amapá e de lá por via marítima, atinge-se a ilha.

Ingressos

Fechado temporariamente.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Preservação de amostras significativas de formações pioneiras em ambiente costeiro-marinho, sob influência do rio Amazonas.

Histórico

Atrações

Aspectos naturais

A vegetação de mangue desenvolve-se essencialmente nos terrenos quaternários formados por sedimentação de origem flúvio-marinha, onde a salinidade é o fator seletivo da vegetação.

Relevo e clima

O relevo é extremamente plano.

O clima é tropical quente, cuja temperatura do mês mais frio é >15 C e o período seco corresponde a 3 meses, de agosto a novembro.

Fauna e flora

A fauna da unidade de conservação é composta de espécies como: A fauna da Ilha Jipioca é composta por grande diversidade de espécies de aves, répteis, mamíferos, peixes e inúmeros invertebrados. Aves: guará, flamingo, marreca, pato, colhereiro, jaburu, tuiuiú, mergulhão, maçarico, gaivota, carão, etc. Répteis: jacaré-açú, jacaré-tinga, jacurarú, camaleão, cobras, jacuruxi, etc. Mamíferos: ocorrência provável das duas espécies de peixe-boi (marinho e de água doce), onça, veado, capivara, cotia, macaco- prego, lontra, ariranha, guaxinim, guariba.

A flora é composta de manguezais contendo quatro espécies arbóreas típicas deste ecossistema. Mata de Várzea e campos alagados associados a variação da maré e ao enorme volume de chuvas que caem na região.

Problemas e ameaças

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=58

https://uc.socioambiental.org/uc/4276