Estação Ecológica de Sagarana

A Estação Ecológica Estadual de Sagarana é uma Unidade de Conservação de proteção integral criada em 2003, com uma área de 2.340,12 ha. Está localizada na região noroeste de Minas Gerais, no distrito de Sagarana, município de Arinos, há 300 km de Brasília e 600 km de Belo Horizonte. Destinada à conservação da biodiversidade, à pesquisa científica e à educação, sendo sua gestão de responsabilidade do Instituto Estadual de Florestas. Inserida no Vale do Rio Urucuia pertencente à bacia hidrográfica do Rio São Francisco, a Estação Ecológica Estadual de Sagarana possui vegetação composta em sua maior área pela Floresta Estacional Decidual (Cerrado de Mata Seca), cuja flora exuberante na estação chuvosa torna-se com aspecto seco e de tonalidade cinza no período de estiagem. Também são encontradas outras fitofisionomias típicas de Cerrado, como Mata de Galeria e Veredas, que são fontes perenes de recursos para a fauna, relevantes para a diversidade biológica da área. Recentemente, foi encontrada na Estação Ecológica Estadual de Sagarana a espécie arbórea Leucochloron minarum, conhecida como folha miúda de Sagarana e creditada como endêmica da região.


Estação Ecológica de Sagarana
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Minas Gerais
Município: Arinos/MG
Categoria: Estação Ecológica
Bioma: Cerrado
Área: 2.340,12 ha
Diploma legal de criação: Criado pelo Decreto Estadual sem / nº em 21/10/2003
Coordenação regional / Vinculação: Possui gerente local e coordenação no Instituto Estadual de Florestas - Regional Noroeste / Unaí
Contatos: O contato pode ser feito com Tatiane Lima de Jesus gerente da Unidade pelo telefone: (38) 3635 4097 ou IEF Regional - Paulo Sérgio Cardoso Vale - 38 3677 9800

Índice

Localização

Localiza-se no Distrito de Sagarana, município de Arinos/MG

Como chegar

De Uruana de Minas por estrada de terra são 15Km.

Ingressos

Onde ficar

A sede administrativa da Estação Ecológica Estadual de Sagarana conta com alojamento para quarenta e seis pessoas, ( administrado pela ONG CRESERTÃO), auditório para cento e cinquenta pessoas e sala multimídia com capacidade para cinquenta pessoas. O contato pode ser feito com Tatiane Lima de Jesus gerente da Unidade pelo telefone: (38) 3635 4097.

Objetivos específicos da unidade

Destinada à conservação da biodiversidade, à pesquisa científica e à educação, sendo sua gestão de responsabilidade do Instituto Estadual de Florestas.

Histórico

A Estação Ecológica Estadual de Sagarana é fruto do segundo projeto assentamento do Brasil promovido na década de 70 do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agraria. Parte do planejamento de ocupação do noroeste mineiro, a floresta encontra-se no centro de propriedades rurais e próxima da vila de Sagarana, sendo promulgada como Unidade de Conservação pelo estado de Minas Gerais em 2003.

Atrações

Cachoeira do Boi Preto e Cachoeira do Marques onde é permitida a visitação para pesquisa e caráter educacional.

Aspectos naturais

Relevo e clima

Relevo montanhoso com clima bastante seco no período de estiagem de maio a setembro. A mata caducifólia possui aspecto cinza. Já no período chuvoso a mata tem aspecto verde exuberante.

Fauna e flora

Mastofauna típica do cerrado e avifauna muitíssimo rica em diversidade de espécies.

Problemas e ameaças

Furto de madeira de lei principalmente peroba, pau ferro, ipê e aroeira e caça.

Fontes