Estação Ecológica de Tamoios




Estação Ecológica de Tamoios
Esfera Administrativa: Federal
Estado: Rio de Janeiro
Município: Angra dos Reis (RJ); Parati (RJ)
Categoria: Estação Ecológica
Bioma: Marinho Costeiro
Área: 9.361,27 hectares
Diploma legal de criação: Criado pelo Decreto n° 98.864 de 23 de janeiro de 1990.
Coordenação regional / Vinculação: Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).
Contatos: E-mail:

1. esec.tamoios@gmail.com 2. esec.tamoios@icmbio.gov.br 3. regis.lima@icmbio.gov.br Telefones: 1. (24) 3362-9885 2. (24) 3362-3343

Índice

Localização

Endereço: Rodovia BR 101, Km 531,5 - Mambucaba - Parati/RJ CEP: 23.970-000

A Estação Ecológica de Tamoios está localizada na baía de Ilha Grande, situada nos Municípios de Angra dos Reis e Parati.

A sede da estação ecológica localiza-se no Município de Parati, com acesso exclusivo pela BR-101.

Como chegar

Pode-se chegar a Esec de Tamoios partindo-se do Rio de Janeiro, pode-se pegar a BR101 ou a RJ-155, que liga o Município de Barra Mansa ao de Angra dos Reis, passando pelo Município de Rio Claro, mais especificamente pelo distrito de Lídice (conhecida também como a rodovia Angra/Lídice). A partir daí, o acesso às ilhas que compõem a estação ecológica é efetuado pelos principais embarcadouros situados entre Angra dos Reis e Parati, ao longo da BR-101.

Ingressos

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Preservação da natureza e a realização de pesquisas científicas.

Histórico

A Estação Ecológica de Tamoios veio atender ao dispositivo do decreto 84.973/80 que dispõe sobre a co-localização de Usinas Nucleares e Unidades desta categoria. Com a implantação destas Usinas em Angra dos Reis, criou-se a Estação Ecológica de Tamoios, Unidade de Conservação de Proteção Integral, proposta principalmente como um instrumento de preservação ambiental e de monitoramento das ações antrópicas na região. Localizada na Baía da Ilha Grande, nos municípios de Paraty e Angra dos Reis, ao sul do Estado do Rio de Janeiro, a Unidade é constituída por 29 pontos geográficos, entre ilhas, ilhotas, lajes e rochedos, apresentando 96,64% de área marinha e 3,36% de área terrestre. O objetivo primário de uma Estação Ecológica é a preservação da natureza e a realização de pesquisas científicas (Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000). Como objetivos gerais, a Unidade visa proteger, pesquisar e monitorar uma amostra representativa da Mata Atlântica, especificamente do ecossistema insular marítimo e seu entorno aquático marinho, abrangendo toda a vida cujo nicho ecológico tenha interface com a unidade.

O nome “Tamoios” originou-se, provavelmente, pela presença do grupo indígena, os Tamoios ou Tupinambá (Tupi), que disputavam esse litoral, no século XVI com os Guaianá (não-Tupi). Assim sendo, encontraremos áreas litorâneas de Angra dos Reis até Cabo Frio, e alguns pontos do vale do Paraíba do Sul ocupados por aldeias dos Tamoios.

Atrações

Aspectos naturais

Relevo e clima

O relevo da Esec de Tamoios é diversificado, tratando-se de 29 unidades diferentes que vão desde lajes planas e parcéis até ilhas florestadas com grandes declividades e altitude superior a 100 metros.

Fauna e flora

Problemas e ameaças

Ocupação antrópica, pesca comercial, artesanal e esportiva, maricultura, turismo, turismo subaquático.

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=63

http://www.icmbio.gov.br/esectamoios/

http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/docs-planos-de-manejo/Encarte1_esec_tamoios.pdf