Monumento Natural Monólitos de Quixadá

O Monumento Natural Monólitos de Quixadá foi criado em 2010 para proteger as formações rochosas conhecidas como inselbergs, que possuem um caráter único. O Monumento está localizado no município de Quixadá, no interior do Ceará, e abrange um território de cerca de 16 mil hectares.



Monumento Natural Monólitos de Quixadá
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Ceara
Município: Quixadá
Categoria: Monumento Natural
Bioma: Caatinga
Área: 16.635 hectares
Diploma legal de criação: Decreto Estadual n° 26.805, de 31 de outubro de 2010.
Coordenação regional / Vinculação: Secretaria do Meio Ambiente do Ceará
Contatos: E-mail: leyla.barros@sema.ce.gov.br

Telefone: (85) 3101-5550

Índice

Localização

A unidade abrange uma área delimitada pelas seguintes coordenadas geográficas: Latitude Sul entre 04° 54’ e 05° 02’ e Longitude Oeste entre 38° 53’ e 39° 06’. Localiza-se no Município de Quixadá, a aproximadamente, 158 Km de Fortaleza.

Como chegar

O principal acesso ao Monumento Natural Monólitos de Quixadá se dá, partindo de Fortaleza, pela Rodovia CE 060.

Ingressos

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Preservar os inselbergs existentes pela sua raridade, singularidade e grande beleza cênica; - proporcionar à população regional métodos e técnicas apropriadas ao uso do solo, de maneira a não interferir no funcionamento dos refúgios ecológicos, assegurando a sustentabilidade dos recursos naturais e respeito às peculiaridades histórico-culturais, econômicas e paisagísticas locais, com ênfase na melhoria da qualidade de vida dessa comunidade; - ordenar o turismo ecológico, científico e cultural e as demais atividades econômicas compatíveis com a conservação ambiental; - desenvolver, na população regional, uma consciência ecológica e conservacionista.

Histórico

O Monumento Natural Os Monólitos de Quixadá, unidade de conservação de proteção integral, foi criada por meio do DECRETO Nº 26.805, de 25 de outubro de 2002.

Justifica-se sua criação em face da raridade e beleza cênica de grande valor ecológico e turístico dos campos de inselbergs existentes na região de Quixadá e da necessidade de proteção à riqueza natural que garante equilíbrio ecológico ao Sertão Central, dada a sua natural fragilidade e permanente estado de risco face às intervenções antrópicas.

Atrações

Os principais atartivos são: o Açude do Cedro, a trilha na Galinha Choca, a Gruta de São Francisco, a Serra do Padre, o Santuário Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, a Serra do Estevão e a Fazenda Não Me Deixes Tarde. Além disso, a prática de voo livre e rapel também são realizadas na unidade.

Aspectos naturais

Nas áreas inseridas nesta unidade de conservação, existem formações geomorfológicas, conhecidas tecnicamente como Inselbergs, cujo significado toponímico é “curral de pedras”. Localmente são chamados de serrotes ou monólitos.

Relevo e clima

Fauna e flora

Problemas e ameaças

Os principais problemas existentes nesta unidade são decorrentes da ação antrópica, como: desmatamento, queimadas e extração mineral.

Além das fiscalizações pela Semace, a colaboração da sociedade é imprescindível na gestão desta unidade de conservação, denunciando as agressões ao meio ambiente e adotando atitudes que propiciem o desenvolvimento de uma consciência ecológica na população e nos visitantes.

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=960

http://www.sema.ce.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=43654