Parque Estadual Dois Irmãos

(Redirecionado de Parque Estadaul Dois Irmãos)

O Parque Dois Irmãos é um parque, horto, jardim botânico, zoológico e reserva ambiental, localizado no Recife - PE. A reserva do Parque, considerada uma das maiores áreas de Mata Atlântica de Pernambuco, proporciona aos visitantes conhecer o ecossistema, suas plantas e seus animais nativos, como preguiças, saguis, quatis, capivaras, além de uma enorme variedade de pássaros. O Parque possui cerca de 600 animais entre aves, répteis, mamíferos e peixes distribuídos em mais de 200 espécies.

O Parque Dois Irmãos representa os zôos do Norte e Nordeste e se destaca pelos eventos pioneiros e atividades inovadoras nas áreas de educação ambiental e reprodução de animais em cativeiro. No Parque, o conhecimento da natureza é adquirido através da vivência e do contato direto com os animais, fazendo com que o zôo deixe de ser "vitrine de animais" para se transformar em centro de conservação da natureza.


Link para o mapa de localização:

https://www.google.com.br/maps/@-8.0100281,-34.9475946,15z

Parque Estadual Dois Irmãos
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Pernambuco
Município: Recife
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 384,42 hectares, sendo 14 hectares de zoológico.
Diploma legal de criação: Em 29 de dezembro de 1998 o Governo do Estado homologou a Lei nº 11.622, transformando a Reserva Ecológica de Dois Irmãos em Parque Estadual Dois Irmãos.
Coordenação regional / Vinculação: Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas).
Contatos: Fones: (81) 3184.7754/3184.7753/3301.6518.

E-mail: zoodoisirmaos@gmail.com

Índice

Localização

Praça Farias Neves, s/n, Dois Irmãos, Recife - PE CEP: 52.171 – 011

Como chegar

O local é acessível de todas as áreas do Recife, porém, fazendo baldeação.

Ingressos

Preço único de R$ 2,00 por pessoa - gratuito para visitantes com mais de 60 anos, crianças com até 1 metro de altura e portadores de necessidades especiais com respectivos acompanhantes.

  • Lembrando que é proibido entrar no Parque Dois Irmãos com bebida alcoólica, qualquer tipo de bola ou balão de festa, instrumento musical e equipamento de som.

Onde ficar

As opções de hospedagens próximas ao parque são: Pousada Casa Forte - Av. 17 de Agosto; Casa da Várzea - Praça da Várzea; Albergue Cultural São Salomão - Várzea; SPA Espaço Verde - Estrada de Aldeia; Pousada do Camarás - Estrada de Aldeia.

Objetivos específicos da unidade

Vinculado à Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado, o Parque Dois Irmãos representa os zoos do Norte e Nordeste e se destaca pelos pioneirismo no estado. Lá, o conhecimento da natureza é adquirido através da vivência e do contato direto com a fauna e flora. Como instituição educativa, incorpora as ações de divulgação e ampliação dos programas e projetos pedagógicos aos segmentos da sociedade, e, em particular, entre escolas, universidades, centros de pesquisas e desenvolvimento, secretarias de educação, prefeituras, municípios, centros de lazer e entretenimento.

Histórico

Em 1916 o então chamado Horto Florestal de Dois Irmãos foi fundado nas terras do Engenho Dois Irmãos, pertencente aos irmãos Antônio e Tomás Lins Caldas desse parentesco veio a origem do nome, que também batizou o bairro. O engenho foi um dos primeiros fundados no Brasil, no ano de 1577. Inicialmente administrado pela Prefeitura do Recife, em 1935 o Horto Florestal passou à Fundação do Instituto de Pesquisas Agronômicas - IPA, e só em 14 de janeiro de 1939 transformou-se no então Jardim Zoobotânico de Dois Irmãos, cujo primeiro diretor foi o professor e ecólogo João de Vasconcelos Sobrinho. A partir de 1969 passou a ser administrado pela Empresa Pernambucana de Turismo - EMPETUR, vinculada à Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes, e em 1987 foi transformado em Reserva Ecológica pela Lei nº 9.989 de 13 de janeiro de 1989. O Parque Dois Irmãos propriamente dito só foi instituído em 7 de julho de 1997, abrangendo uma área de 387,4 hectares, que incluía um fragmento de Mata Atlântica com os açudes do Prata, do Meio e o de Dois Irmãos, além de 14 hectares de área construída do Horto Zoobotânico. Já em 29 de dezembro de 1998 o Governo do Estado homologou a Lei nº 11.622, transformando a Reserva Ecológica de Dois Irmãos em Parque Estadual Dois Irmãos. Em dezembro de 2006, a área do Parque foi reduzida a 384,42 hectares, através da Lei Nº. 13.159. Atualmente está subordinado à Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado (Semas). Em 2002 o Parque foi considerado como uma área de extrema importância biológica, a partir de um levantamento realizado visando à identificação das áreas prioritárias para a conservação da biodiversidade em Pernambuco.

Atrações

O Parque Dois Irmãos oferece atrações para quem goste de natureza e no fim do parque, entre o fim do zoológico e o começo da reserva ambiental, há um parque para crianças que recria o cenário de uma pequena vila.

Centro Vasconcelos Sobrinho de Educação Ambiental (CEA): o centro tem por objetivos socializar e promover os conhecimentos nas áreas de Ciências Biológicas, Veterinária, Zootecnia e Educação Ambiental. É mantida também uma programação de eventos comemorativos dentro do calendário ecológico e pedagógico (Semana do Índio, Dia da Criança, Semana do Meio Ambiente, etc), colônia de férias (Zoo Férias, realizado em janeiro e julho), exposições temáticas, cursos e palestras sobre o meio ambiente, envolvendo atividades e informações sobre conservação, preservação e reciclagem. O CEA também inclui o Museu de Ciências Naturais, que conta com acervo de animais da fauna e flora local, expostos em cenários que refletem o seu habitat natural, enriquecido com árvores e plantas nativas da nossa vegetação, encontradas na Unidade de Conservação de Mata Atlântica que constitui o Parque Dois Irmãos. Horário de funcionamento: 9h às 16h (dias úteis). Telefone para agendar trilhas e visitas monitoradas: (81) 3184.7754. No caso das trilhas, é exigido o uso de calças compridas e sapatos fechados, não sendo permitida a entrada na área florestal do Parque de pessoas com outro tipo de vestimenta.

Aspectos naturais

A Floresta Atlântica está entre os quatro biomas mais ricos do mundo. Bioma este que se estendia do nordeste brasileiro até o Rio Grande do Sul, uma floresta diversa e contínua. Apesar da excessiva perda de habitat e fragmentação, ainda hoje a Floresta Atlântica é um bioma com alta taxa de biodiversidade e endemismo. O Parque Estadual de Dois Irmãos possui um dos mais representativos remanescentes de Mata Atlântica da RMR, especialmente da cidade do Recife, com uma expressiva cobertura vegetal. Desempenha ainda um papel fundamental na amenização do clima das áreas circunvizinhas e na manutenção de mananciais hídricos.

Relevo e clima

A área do Parque de Dois Irmãos está inserida em quase sua totalidade na Zona dos Tabuleiros com altitudes que variam de 10 a 107 m possuindo áreas com 2 a 10 m de altitude, onde ocorrem as planícies alagáveis e terraços flúvio-lacustres. Os solos dominantes na área são em geral arenosos – argilosos e variam de profundos a muito profundos. A acidez do solo varia de média a elevada, o que se apresenta dentro do esperado para regiões de elevada precipitação. O Clima da região é classificado como tipo de áreas quentes (temperatura mínima de 18ºC) e úmidas. A média total anual de precipitação é de aproximadamente 2460 mm e temperaturas médias mensais superiores a 23ºC com aumento na pluviosidade no período de outono-inverno. Quatro açudes são encontrados na área do Parque e compõem a microbacia do Prata. A microbacia do Prata está inserida na Bacia Hidrográfica do Rio Capibaribe e do Beberibe, um dos poucos cursos de água da Região Metropolitana do Recife, ainda livre de intensa ação antrópica. Esse manancial está protegido por um vale e margeado por densa vegetação arbórea, essencial para a manutenção do equilíbrio ecológico da área.

Fauna e flora

O remanescente da Mata Atlântica presente no Parque demonstra um padrão típico para florestas maduras em estágio de regeneração natural. A floresta é formada por três estratos arbóreos mais ou menos densos, com um dossel que atinge 20 m de altura, apresentando indivíduos emergentes das espécies Pera glabrata, Aspidorperma discolor e Tapirira myriantha, entre outras, que chegam a atingir mais de 30m de altura. Em muitos trechos, é possível registrar a presença de densas formações de lianas e bromélias nas espécies arbóreas. São registradas, em uma área de 12000m², 170 espécies distribuídas em 122 gêneros e 58 famílias. As espécies arbóreas corresponderam a 58% do total identificado e apresentaram uma densidade de 549,07 indivíduos/ha, enquanto que as plantas trepadeiras corresponderam a 20,8%. Pesquisas desenvolvidas na área do Parque indicam a presença de 251 espécies de borboletas, 42 de anfíbios, 25 de répteis, 199 de aves e 53 de mamíferos, este último incluindo os morcegos com 26 espécies. No zoológico vivem cerca de 600 animais entre aves, répteis e mamíferos distribuídos em 120 espécies, tanto nativas do Brasil quanto exóticas. O Parque Estadual Dois Irmãos tem uma área de 384,42 hectares, sendo 14 hectares ocupados pelo Zoológico do Recife. A reserva do Parque, considerada uma das maiores áreas de Mata Atlântica de Pernambuco, proporciona aos visitantes conhecer o ecossistema, suas plantas e seus animais nativos, como preguiças, saguis, quatis, capivaras, além de uma enorme variedade de pássaros.

Problemas e ameaças

Serão categorizados a seguir, os problemas e ameaças encontrados pelo Plano de Manejo do Parque Estadual de Dois Irmãos, na cidade de Recife no ano de 2014.

Monitoramento inadequado dos mananciais hídricos e do fragmento;

Ausência de um plano de gestão para resíduos sólidos;

Ausência de mecanismos que assegure a qualidade do comércio provido aos visitantes;

Falta de cerca delimitando a área do parque, facilitando a abertura de trilhas, caça, pesca, incêndios, desmatamentos e disposição de resíduos;

Ausência no monitoramento de espécies exóticas invasoras (fauna e flora);

Falta de mobilidade para a captação de recursos financeiros;

Deficiência no envolvimento das comunidades, iniciativa privada e Instituições de Ensino Superior;

Ausência de segurança e fiscalização intensiva;

Comércio externo desordenado, gerando imagem negativa ao Parque;

Fontes

http://www.portaisgoverno.pe.gov.br/web/parque-dois-irmaos/ file:///C:/Users/94304556720/Downloads/102-1617-1-PB.pdf