Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul



Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Mato Grosso
Município: Nobres
Categoria: Parque
Bioma: Cerrado
Área: 12.513 hectares
Diploma legal de criação: Decreto Estadual n° 1.472, de 09 de junho de 2000.
Coordenação regional / Vinculação: Secretaria de Estado do Meio Ambiente de Mato Grosso
Contatos: Secretaria de Estado do Meio Ambiente de Mato Grosso

Telefone: (65) 3613-7224

Unidade de Conservação do Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul E-mail: cuco@sema.mt.gov.br Telefone: (65) 3613-7224

Índice

Localização

O Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul localiza-se nas proximidades do distrito de Bom Jardim, no Município de Nobres, Estado do Mato Grosso, tendo como limites as Coordenadas 14°23’S e 56°04’W a NO; 14°37’S e 56°04’W a SO; 14°37’S e 55°49’ a SE; 14°23’S e 55°49’ a NE. A sede do Município de Nobres dista cerca de 140km de Cuiabá, capital do Estado.

Como chegar

A partir de Cuiabá, o acesso ao Parque pode ser feito através de duas rodovias principais, a BR-163 e a MT-251. A primeira faz a ligação entre a capital do Estado e a sede do Município de Nobres. Partindo da sede desse município, o acesso ao Parque pode ser feito pela MT-241 em direção à Vila de Bom Jardim, onde o Parque se localiza. Pela MT-251, o acesso pode ser feito através da rodovia MT-351 até a Usina Hidrelétrica de Manso e, desta, por estradas vicinais também até a Vila de Bom Jardim. Uma terceira opção, a partir da BR-163 ao norte da sede de Nobres, é a utilização de uma rodovia particular pedagiada com entrada próxima à confluência da BR-364 com a BR-163.

A partir de Cuiabá, seguindo pela BR-163, tem-se uma via de tráfego intenso, com muitos caminhões. A pavimentação está bastante desgastada, com vários e longos trechos sem acostamento e com deficiências na sinalização, tanto informativa, quanto regulamentar e de advertência. A MT-241, que liga o centro urbano de Nobres a Bom Jardim e demais distritos do entorno da UC, tem um percurso de 60km de tráfego difícil em uma via pedregosa e com constantes ondulações (costelas). Há placas de sinalização, em quantidade insuficiente e nem sempre regulamentares, e apresentam desgaste na pintura e encobrimento por vegetação ou deterioração. As bifurcações nâo estâo sinalizadas. Em períodos chuvosos a via se torna ainda mais perigosa e difícil para veículos de passeio (sem tração). A MT-351 encontra-se em melhor estado de conservação, estando asfaltada até a represa do rio Manso, porém encontra-se sem pavimentação até a Vila de Bom Jardim.

Ingressos

Foi fechado à visitação em 1994, pelo turismo desordenado que ocorria no local. O governo estadual de Mato Grosso, em parceria com a prefeitura de Nobres, espera reabrir a visitação do atrativo ainda em 2016.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Proteger e preservar o ecossistema existente na área, assegurar a preservação de seus recursos naturais e proporcionar oportunidades controladas para uso pelo público, educação e pesquisa científica.

Histórico

No escopo do Estado do Mato Grosso, o Decreto 1472/2001 criou o Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul (PEGLA) abrangendo as terras de Reserva Técnica do Projeto de Assentamento Coqueiral/Quebó no Município de Nobres, com aproximadamente 12.512,5456 hectares, incluindo a área de 512,5456 hectares referente à área da Gruta Lagoa Azul.

Atrações

Diversas grutas, além da gruta que dá nome ao parque, famosa por seu tom de azul. A Gruta é formada por uma entrada principal, ocupada em parte pela surgência de um rio subterrâneo translúcido e de cor azul claro. Os espeleotemas do salão principal impressionam pela beleza e pelo tamanho. As colunas ultrapassam os 5 metros, os travertinos possuem um diâmetro de mais de 1 metro e as cortinas e escorrimentos margeiam a "Lagoa".

Aspectos naturais

Segundo levantamentos do IBAMA e CECAV/MT a região de Nobres, e do Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul, é representativa de um imenso patrimônio espeleológico, representado por suas cavernas, dolinas e sumidouros, de imensurável valor científico e cultural.

Situada entre duas colinas, a formação da Gruta da Lagoa Azul permite a ressurgência do Rio Saloba em seu interior, de modo a formar uma lagoa que assume a tonalidade azul. Mas esta não é a única atração do Parque, que ainda conta com diversas outras grutas, cada uma com suas singularidades.

Relevo e clima

Fauna e flora

Por sobre as formações calcárias, as matas deciduais que cobrem o parque são também um atrativo à parte, com ocorrência de aroeiras e angicos.

Problemas e ameaças

Intenso risco de queimadas e incêndios na área do Parque. Espécies naturalmente raras e/ou ameaçadas de extinção sob pressão. Espécies animais domésticas adentrando a UC (cães, gatos, bovinos, equinos, porcos).

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=465

Plano de Manejo http://observatorio.wwf.org.br/site_media/upload/gestao/planoManejo/PM_PELagoa_Azul.pdf

http://br.viarural.com/servicos/turismo/parques-estaduais/parque-estadual-gruta-da-lagoa-azul/default.htm

http://www.vgnews.com.br/politica/id-313517/luiz_nigro_faz_visita_tecnica_a_gruta_da_lagoa_azul_em_nobres_e_quer_reabertura_em_2016