Parque Estadual João Paulo II

O Parque Estadual João Paulo II está localizado em plena capital paranaense e o acesso é fácil e gratuito aos visitantes. O Parque ajuda a preservar a vegetação característica do estado junto com o passado de colonização polonesa da região.



Parque Estadual João Paulo II
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Parana
Município: Curitiba
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 4 hectares
Diploma legal de criação: Lei Ordinária n° 8.299, de 09 de maio de 1986.
Coordenação regional / Vinculação: Instituto Ambiental do Paraná
Contatos: Instituto Ambiental do Paraná

Telefone: (41) 3213-3700

Unidade de Conservação do Parque Estadual João Paulo II

E-mail: ucsparana@iap.pr.gov.br

Telefone: (41) 3213-3407

Índice

Localização

O Parque Estadual João Paulo II está localizado em Curitiba, a capital do estado do Paraná.

Como chegar

O acesso ao parque é fácil, é possível chegar ao parque de ônibus público ou carro. Para chegar em Curitiba existem voos diretos partindo de diversas cidades brasileiras.

Ingressos

A entrada é gratuita e o parque é aberto ao público.

Onde ficar

Em Curitiba existem múltiplas opções de hospedagem, desde hotéis até pousadas e hostels.

Objetivos específicos da unidade

Seu objetivo básico é a preservação permante da área.

Histórico

Situado a apenas 3 Km do centro da cidade, às margens do Rio Belém, o Parque homenageia a visita do Papa a Curitiba e homenageia a colonização polonesa.

Atrações

Pelos caminhos internos do bosque, encontram-se 7 casas típicas polonesas em forma de aldeia, construídas no início da colonização polonesa na região de Curitiba por volta de 1878, e remontadas no bosque. As casas, feitas de troncos de pinheiro encaixados, abrigam a história e a cultura dos imigrantes. Na primeira casa, a mesma visitada pelo Papa, foi instalada a capela em homenagem à Virgem Negra de Czestchowa, padroeira da Polônia. Nas demais, pode-se conhecer os móveis e utensílios da época da primeira imigração, 1871, como a pipa de azedar repolho e ver de perto o Museu agrícola onde se destacam a carroça, o abanador de cereais, o amolador de pedra e outras ferramentas da época. Na trilha em meio ao bosque, encontra-se uma escultura do Papa João Paulo II e um monumento em homenagem a Nicolau Copérnico.

Dentro do Parque Estadual, além de construções típicas polonesas, estão duas edificações que pertencem a Prefeitura Municipal. Dentro do parque funciona o Museu da Habitação do Imigrante, com mobiliário e utensílios domésticos e uma loja de venda de artesanato da cultura polonesa.

Aspectos naturais

Relevo e clima

Fauna e flora

Possui vegetação característica da região, na qual sobressaem as araucárias. O projeto do paisagista Burle Marx, que fiscalizou pessoalmente os trabalhos de limpeza do Bosque, teve como prioridade a preservação da mata nativa, além do plantio de novas mudas de pinheiros (Araucária angustifolia). Outro destaque são os plátanos (Platanus orientalis), com porte bem desenvolvido e introduzidos no local há dezenas de anos.

Fauna: Os pássaros se fazem presentes através de sabiás, bem-te-vis, coleirinhas, chupins, tico-ticos, canários-da-terra, sanhaços e pica-paus.

Flora: Plátanos, araucária, cedros, pitangueiras, carvalhos, cerejeiras, ipês, tarumãs, uvas do japão.

Problemas e ameaças

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=547


Decreto de Criação do Parque Estadual João Paulo II http://www.icmbio.gov.br/cepsul/images/stories/legislacao/Lei/1986/lei_8299_1986_parqueestadualjoaopauloii_pr.pdf


http://www.curitiba.pr.gov.br/conteudo/parques-e-bosques-bosque-j-paulo-ii/277