Parque Estadual Rio Corrente




Parque Estadual Rio Corrente
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Minas Gerais
Município: Açucena
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 5.065 hectares
Diploma legal de criação: Decreto nº 40.168, de 17 de dezembro de 1998.
Coordenação regional / Vinculação: Instituto Estadual de Florestas - IEF.
Contatos: Endereço: Rua Barão do Rio Branco, 337 - Centro - Governador Valadares/MG

CEP: 35.010-030

E-mail: 1. edenilson.ronqueti@meioambiente.mg.gov.br 2. luciana.andrade@meioambiente.mg.gov.br 3. tuana.santos@meioambiente.mg.gov.br

Telefone: 1. (33) 3277-8686

Índice

Localização

O Parque Estadual do Rio Corrente é uma reserva ambiental localizada no município de Açucena, Minas Gerais.

Como chegar

Ingressos

Visitação não manejada.

Período: 01/01 a 31/12 Dias da semana: Segunda a Domingo Horários: 00:00 a 23:59

Onde ficar

O município de Açucena conta com a presença de hotéis e pousadas.

Objetivos específicos da unidade

Proteger a fauna e a flora regional, as nascentes dos rios e córregos da região, além de criar condições ao desenvolvimento de pesquisas e estudos.

Histórico

A ocupação do Parque Estadual Rio Corrente ocorreu na mesma época em que índios pataxós ocuparam o Parque Estadual Serra da Candonga em Guanhães, outro grupo de índios vindos da mesma aldeia em Carmésia, Minas Gerais, ocupou o Parque Estadual do Rio Corrente buscando melhor condição de vida. Por tratar-se de um terreno montanhoso, os índios encontraram dificuldades para cultivar seu alimento. Além disso, há relatos de perseguição por fazendeiros locais, o que motivou a realização de reuniões a fim de discutir a possibilidade da instauração de uma reserva indígena no local.

Atrações

As atrações do Parque envolvem a rica e atrativa fauna e flora locais.

Aspectos naturais

O Parque Estadual do Rio Corrente localiza-se no domínio do bioma da Mata Atlântica. As capoeiras e matas abrigam mais de 20 nascentes de diferentes ribeirões e córregos, afluentes de importantes e imprescindíveis cursos hídricos, como o ribeirão São Mateus, o ribeirão São Félix e o córrego Porto Santa Rita, todos desaguando no rio Corrente, que por sua vez, deságua no rio Doce.

Relevo e clima

O relevo é composto por pequenas colinas e morros de altitudes médias variando entre 250 e 500 metros.

O clima é tropical.

Fauna e flora

Na unidade de conservação, podem ser encontradas espécies arbóreas típicas da Mata Atlântica como ipê, a quaresmeira, o angico, a sapucaia e, até mesmo, espécies em princípio de revegetação como o vinhático, o cedro e o jacarandá. A fauna é composta por espécimes como o mutum do sudeste, seriema, paca, capivara, jacu, raposa e outras espécies que necessitam, prioritariamente, de ambientes florestais preservados para sua sobrevivência.

Problemas e ameaças

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=409

https://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Estadual_do_Rio_Corrente

http://www.ief.mg.gov.br/areas-protegidas/207?task=view