Parque Estadual Serra do Intendente



Parque Estadual Serra do Intendente
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Minas Gerais
Município: Conceição do Mato Dentro
Categoria: Parque
Bioma: Cerrado
Área: 13.508,83 hectares
Diploma legal de criação: DECRETO SEM NÚMERO - 28/03/2007
Coordenação regional / Vinculação: Parque estadual, órgão gestor IEF (Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais)
Contatos: Sede Administrativa:

Escritório Regional Alto Jequitinhonha Endereço: Praça Dom Joaquim, 100 - Centro - Diamantina/MG - CEP 39.100-000 Telefone: (38) 3531-3919 e-mail: erajsup@meioambiente.mg.gov.br

Índice

Localização

Está inserido nos Distritos de Tabuleiro e Itacolomi, no município de Conceição do Mato Dentro, entre as coordenadas de 19º43'S e 43W.

Como chegar

O Parque Estadual Serra do Intendente está a 17km do eixo principal da Estrada Real.

Ingressos

Cada atrativo do parque obedece a horários de visitação e valores diferenciados:

Cachoeira do Tabuleiro - Parque Natural Municipal do Tabuleiro, administração Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro - Taxa de visitação: R$10,00 -Horário de entrada de 08:00 ás 14:00 hs Extensão da trilha: 2,5km Tempo aproximado de caminhada: 1hora Grau de dificuldade: Difícil

Cachoeira Rabo de Cavalo - Horário de entrada de 08:00 ás 15:00hs Extensão da trilha: 1,5km Tempo aproximadode caminhada: 50 min Grau de dificuldade: Médio

Cachoeira de Congonhas - Horário de entrada de 08:00 ás 15:00hs Extensão da trilha: 3,6km Tempo aproximadode caminhada: 1hora Grau de dificuldade: Médio

Cachoeira do Altar- Horário de entrada de 08:00 ás 11:00hs Extensão da trilha: 5km Tempo aproximadode caminhada: 2:30 hora Grau de dificuldade: Médio

Cânion do Peixe Tolo - Horário de entrada de 08:00 ás 11:00hs Extensão da trilha: 3km Tempo aproximadode caminhada: 1:30 hora Grau de dificuldade: Médio

Onde ficar

No entorno da Unidade de Conservação é possível hotéis e pousadas.

Objetivos específicos da unidade

Proteger a fauna e a flora regionais, as nascentes dos rios e córregos da região, e criar condições para o desenvolvimento de pesquisas e estudos de modo a conciliar, armoniosamente, o uso científico, educativo e recreativo com a preservação integral e perene do patrimônio natural.

Histórico

A criação do parque ocorreu em 28 de março de 2007 foi para reforçar o esforços na proteção ao complexo do Espinhaço, reconhecido como Reserva da Biosfera em 2005, pelo programa ‘Homem e Biosfera', da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

O Parque Estadual da Serra do Intendente, juntamente com o Parque Nacional da Serra do Cipó e a Área de Proteção Ambiental (APA) do Morro da Pedreira, formam um corredor contínuo de unidades de conservação nas altas terras da Serra do Espinhaço.

Atrações

Além da sua beleza natural, a UC é um lugar propício para à prática de esportes de aventura como rapel, escalda, base jumping e, para quem é mais pé no chão, a caminhada (trekking), lembrando que é necessária a autorização da Secretária de Meio Ambiente, Gerente do Parque para praticar estas atividades no local.

O parque possui as maiores Cachoeiras de Minas Gerais e do Brasil com inúmeras quedas d´água, com destaque para a Cachoeira do Tabuleiro, a maior do Estado, com 273m de altura, sendo também, a terceira nessa ordem, no País. Também merecem destaque as cachoeiras do Zé Cornicha, do Rabo de Cavalo, da Roda, da Fumaça, do Roncador I e II e, a do Peixe Tolo, localizada no cânion de mesmo nome.

A sede dispõe de guarita de controle, estacionamento, área de camping com banheiros e vestiários, uma estação de tratamento de esgoto e ainda um Centro de Educação Ambiental com auditório de 58 lugares para palestras e treinamentos.

Aspectos naturais

A área apresenta bom estado de conservação da vegetação que inclui matas de galeria, cerradão e florestas estacionais semideciduais. Essas últimas estão localizadas em áreas de encostas, nascentes d'água, margens de córregos, de extrema importância. A vegetação de campo rupestre está bem conservada e os locais onde ela sofreu desmatamento por incêndios florestais e outros tipos de ações antrópicas (como retirada de material lenhoso e extração de plantas ornamentais) apresentam boas possibilidades de recuperação.

Relevo e clima

A região conta com a presença de canions, de um relevo rochoso.

O clima é caracterizado como sendo o tropical.

Fauna e flora

São mais de 1600 espécies de plantas catalogadas, 37 anfíbios e répteis, 86 espécies de pássaros silvestres entre outros.

Problemas e ameaças

As frequentes queimadas, desmatamento e outras ações predatórias que têm provocado grandes danos à flora e fauna locais, inclusive ameaçando de extinção algumas espécies endêmicas, levantadas em estudos, e contribuindo para o desaparecimento de espécies contidas nas listagens oficiais de "Ameaçadas de Extinção". Outra ação predatória de destaque, causada pela ação antrópica, é a diminuição do volume de todos os cursos d'água encontrados na área e a intermitência de outros que deixam de correr no período mais seco.

Fontes

http://www.ief.mg.gov.br/areas-protegidas/249 https://www.facebook.com/Parque-Estadual-Serra-do-Intendente-432206220140667/?fref=ts http://pousadadagameleira.com.br/serra-do-intendente