Parque Estadual da Serra Dos Martírios/Andorinhas

O Parque Estadual da Serra dos Martírios/Andorinhas (PESAM) é uma Unidade de Conservação da Natureza de Proteção Integral, localizada integralmente no município de São Geraldo do Araguaia, região sudeste do Estado do Pará, entre as coordenadas geográficas 06º03’00’’ a 06º23’00’’, de latitude Sul, e 48º22’30’’ a 48º36’30’’, de longitude Oeste, de acordo com seu Plano de Gestão, aprovado e publicado pela Portaria SECTAM nº. 716/2006


Parque Estadual da Serra Dos Martírios/Andorinhas
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Para
Município: São Geraldo do Araguaia
Categoria: Parque
Bioma: Amazônia
Área: 24.897,38 ha
Diploma legal de criação: Lei Estadual 5982/1996
Coordenação regional / Vinculação: Ideflor-Bio
Contatos: Endereço: Avenida João Paulo II,

S/nº, Curió-Utinga. Cep: 66610-770

(91) 3110-5705

Índice

Localização

São Geraldo do Araguaia

Como chegar

Ingressos

Onde ficar

São Geraldo do Araguaia

Objetivos específicos da unidade

Tem como objetivo preservar os ecossistemas naturais englobados, contra quaisquer alterações que os desvirtuem, conciliando a proteção integral dos recursos naturais e das belezas cênicas, com a utilização para fins científicos, culturais, educacionais e recreacionais.

Histórico

A região onde hoje está situado o PESAM também possui um relevante significado à recente História Regional e do Brasil, por ser considerada a “base” da Guerrilha do Araguaia, movimento armado de ideologia comunista/socialista, que existiu entre o final da década de 1960 e meados da década de 1970, no século passado, durante o período do Regime Militar no Brasil. O Parque Estadual da Serra dos Martírios foi idealizado pelo engenheiro e historiador Manoel Rodrigues de Oliveira, o Manoel Grande

Atrações

Existem possibilidades de passeios por trilhas a pé, bem como via fluvial pelo rio Araguaia, que faz parte da sua Zona de Amortecimento (buffer zone). Habitada antigamente por povos que deixaram rastros de sua existência em pinturas e cerâmicas, a serra abriga um ecossistema dos mais ricos do Brasil em termos de diversidade biológica. Possui um total de 292 cavidades geológicas, entre elas 26 cavernas e 36 grutas

Aspectos naturais

Relevo e clima

Encontra-se numa região montanhosa, zona de transição entre os biomas Floresta Amazônica e Cerrado, repletos de uma diversidade de ecossistemas, biodiversidade, belezas cênicas, cachoeiras, sítios arqueológicos, cavernas, grutas, registros rupestres, trilhas e mirante para contemplação de parte do Parque e vista do Rio Araguaia. A Serra das Andorinhas é representada pela formação Morro do Campo. Esta formação encontra-se exposta na área, são rochas quartizíticas com dezenas de metros que apresentam variações petrográficas locais que modificam seus aspectos textuais e mineralógicos permitindo classifica-las como quartzo-mica-xisto, ortoquartzitos maciços, muscovita-quartzitos foliados, de espessura diversas, verificadas ao longo dos extensos paredões que delimitam as serras. Em toda a área observa-se a ocor¬rência de veio de quartzo leitoso e às vezes de bolsões de cristal de rocha

Fauna e flora

Dentro do PESAM, assim como na APA Araguaia, é realizado o monitoramento do Gavião-Real (Harpia harpyja) uma das espécies mais ameaçadas de extinção no Brasil e considerada entre as maiores aves de rapina da América do Su

Problemas e ameaças

Fontes

http://ideflorbio.pa.gov.br/unidades-de-conservacao/regiao-administrativa-do-araguaia/parque-estadual-serra-dos-martirios-andorinhas/

http://www.hiroshibogea.com.br/cavernas-do-parque-estadual-serra-dos-martiriosandorinhas/