Parque Estadual das Carnaúbas

O Parque Estadual das Carnaúbas foi criado pelo Decreto Estadual nº 28.154, de 15 de fevereiro de 2006, em atendimento prévio, aos indicadores de desembolso da Operação SWAP I, financiada pelo BIRD - Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BancoMundial), para preservar principalmente o bioma caatinga. Com área correspondente a um pouco mais de 10 mil hectares, em seu território, encontra-se da flora como a Carnaúba (Copernicia prunifera) e a Canela de Ema (Vellozia sp.) e de fauna as espécies mais representantes são Leoparduswiedii (gato-maracajá), Puma concolor (onça-parda) e primata guariba Alouatta ululata.


Parque Estadual das Carnaúbas
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Ceara
Município: Granja e Viçosa do Ceará
Categoria: Parque
Bioma: Caatinga
Área: 10.005 ha
Diploma legal de criação: Criado pelo Decreto Estadual nº 28.154, de 15 de fevereiro de 2006.
Coordenação regional / Vinculação: Secretaria do Meio Ambiente do Ceará.
Contatos: Unidade de Conservação:

Endereço: Av. Pontes Vieira, 2666 - Dionísio Torres - Fortaleza/CE CEP: 60.135-238

Gestor(a): João Rafael Muniz Silva

E-mail: 1. joao.rafael@sema.ce.gov.br

2. cobio@sema.ce.gov.br

Telefone: 1. (85) 3101-5550

Índice

Localização

O Parque Estadual das Carnaúbas está localizado no Maciço Residual da Serra de Ubatuba, entre os município de Granja e uma parte no município de Viçosa do Ceará. O Parque fica próximo também das encostas da serra de Ubatuba.

Como chegar

Ingressos

A visitação pública nessa categoria de UC está sujeita às normas e restrições estabelecidas no Plano de Manejo da unidade, às normas estabelecidas pelo órgão responsável por sua administração, e àquelas previstas em regulamento.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

I – Proteger e preservar áreas representativas do bioma caatinga, inclusive nascentes de rios e bicas localizadas nos Municípios de Granja e Viçosa do Ceará;

II – Conservar as espécies vegetais endêmicas da região em face de sua importância e fragilidade;

III – Assegurar o aproveitamento sustentável dos recursos naturais e da diversidade biológica da área, propiciando à população regional o acesso a conhecimentos sobre o meio ambiente, de maneira a não interferir no funcionamento dos refúgios ecológicos, assegurando a sustentabilidade ambiental e respeito às peculiaridades histórico-culturais, econômicas e paisagísticas locais, com ênfase na melhoria da qualidade de vida dessa comunidade;

IV – Promover a educação ambiental da comunidade de entorno propiciando a sensibilização e o desenvolvimento de atitudes voltadas para a conservação dos recursos naturais da região;

V – Propiciar a recuperação de áreas degradadas.

Histórico

O Parque Estadual das Carnaúbas foi criado segundo o Decreto Estadual nº 28.154, de 15 de fevereiro de 2006. A unidade de conservação foi criada considerando: – a alta representatividade do bioma Caatinga no Estado do Ceará, cuja exploração predatória de seus recursos naturais ameaça sua diversidade biológica;

–que os Municípios de Viçosa do Ceará e Granja são considerados como de alta importância biológica, possuindo vegetação de caatinga ainda em condições semiprimitivas, onde se encontram espécies raras e ameaçadas de extinção;

– a necessidade de preservar a diversidade de ambientes com a riqueza da flora e fauna existente na região desses Municípios de Granja e Viçosa do Ceará, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico;

– a necessidade de conscientização da população regional sobre a preservação da área pela sua riqueza natural, paisagística e de consolidação de ações para o uso indireto dos recursos naturais.

Atrações

O Parque Estadual das Carnaúbas e seu entorno, oferecem ao visitante todos os atrativos que se espera encontrar em uma Unidade de Conservação, com inúmeras cachoeiras, cânions e piscinas naturais, sítios arqueológicos, cavernas e mais de 60km de trilhas e travessias mapeadas entre a Serra e Sertão. O Parque está localizado próximo a Rota das Emoções, roteiro criado em 2005 que abrange UCs litorâneas dos estados do Ceará, Piauí e Maranhão, com destaque para o PARNA de Jericoacoara que em 2017 foi a 3a Unidade de Conservação mais visitada do Brasil, e está localizado a cerca de 60 quilômetros do Parque Estadual, Dessa forma o Parque é o elo que conecta os atrativos do litoral oeste com os atrativos turísticos da Serra da Ibiapaba. A unidade tem se apresenta de forma oportuna e estratégica para impulsionar o turismo na região.

Aspectos naturais

O Parque abrange parte da Serra de Ubatuba que é composta de Refúgio Ecológico Montano ou Relíquias de Vegetação de Cerrado e dotada vários sistemas ambientais que inclui remanescentes de Mata Atlântica e espécies da Floresta Amazônica. Nas encostas inúmeras cachoeiras e cânions e no sertão a caatinga ainda em estágio primitivo completa a paisagem com suas planícies fluviais onde estão os carnaubais. Todo esse cenário, faz do Parque um imenso ecótono, localizado em uma das regiões mais inóspitas e de natureza intocada, que evidencia um dos mais importantes refúgios naturais de fauna e flora do Estado do Ceará.

Relevo e clima

O relevo caracteriza-se por terras baixas sobre o complexo cristalino, onde predominam os terrenos com solos de má drenagem, salinos e os que ficam alagados no período chuvoso.

O clima é tropical com precipitação média de 1057 mm.

Fauna e flora

Em relação à fauna, o Parque devido sua geografia acentuada, se tornou um refúgio natural de espécies raras e ameaçadas de extinção como as últimas populações do primata guariba Alouatta ululata, atualmente se encontra em perigo, na lista brasileira da fauna ameaçada de extinção e na lista avaliação global feita pela International Union for Conservation (IUCN). O local também serve de refúgio para felinos como: Leopardus pardalis (jaguatirica), Leoparduswiedii (gato-maracajá), Puma concolor (onça-parda)considerados vulneráveis a extinção, sendo as principais ameaças a perda e fragmentação de habitat pela expansão agrícola. Já em reação a Flora o Parque por Refúgio Ecológico Montano ou Relíquias de Vegetação de Cerrado e dotada vários sistemas ambientais que inclui remanescentes de Mata Atlântica e espécies da Floresta Amazônica em suas encostas e já nas porções mais baixas, a Mata Seca e a Caatinga predominam com a presença de superfícies alagada onde há ocorrência da Carnaúba(Copernicia prunifera).

Problemas e ameaças

Apesar da existência de caça de animais silvestres e de não ter ocorrido a regularização fundiária da unidade de conservação, as principais ameaças são a instalação de parque eólicos e mineração.

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=1933

http://www.sema.ce.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=43661