Parque Estadual de Guajará-Mirim

Fique por dentro das novidades do Parque Estadual de Guajará-Mirim no Blog do WikiParques


Carregando mapa...
Parque Estadual de Guajará-Mirim
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Rondonia
Município: Nova Mamoré, Guajará-Mirim
Categoria: Parque
Bioma: Amazônia
Área: 216,567 hectares
Diploma legal de criação: Decreto nº 4.575 de 23/03/90 (Criação), Lei n.° 700 de 27/12/1996 (alteração dos limites), Lei 1.146, de 12/12/2002 (alteração dos limites)
Coordenação regional / Vinculação: Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental - SEDAM
Contatos:

Índice

Localização

Situado na parte centro-oeste do estado de Rondônia, abrangendo afluentes da bacia do Rio Jaci-Paraná, o Parque Estadual de Guajará-Mirim foi criado com uma área original de 258.813 ha, mas perdeu 53.601 ha com a existência de títulos definitivos de propriedade da terra.

Embora haja uma estrada que cruza o parque na porção norte, e áreas já desmatadas junto ao igarapé Corrente, não há posseiros habitando seu interior. São duas as bases de apoio, uma às margens do rio Formoso, próximo à linha D, e outro no final da linha 20, e ambas têm servido a pesquisadores e equipes de fiscalização.

Como chegar

Ingressos

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Histórico

Atrações

Aspectos naturais

Relevo e clima

As unidades geomorfológicas de relevo mais significativas são o planalto residual do Guaporé e a depressão interplanáltica da Amazônia Meridional, onde a altitude varia entre 100 e 500 metros, nos interflúvios mais elevados do planalto. As classes de solo predominantes são o podzólico vermelho-amarelo, afloramentos rochosos, solos litólicos e areias quartzosas.

Fauna e flora

Fauna

O parque foi objeto de uma avaliação ecológica rápida, e de estudos posteriores sobre sua fauna de aves, répteis e anfíbios. Com relação aos últimos, a riqueza de espécies foi estimada entre 45 e 50 espécies, semelhante à de outras regiões amazônicas. Estima-se haver cerca de 500 espécies de aves, tendo inclusive sido encontradas espécies que costumam desaparecer rapidamente sob pressão de caça. Os levantamentos de mamíferos abrangeram somente as espécies maiores.

Problemas e ameaças

Fontes

O Fim da Floresta? A Devastação das Unidades de Conservação e Terras Indígenas no Estado de Rondônia (PDF)

Viarural