Parque Estadual de Ilhabela

Fique por dentro das novidades do Parque Estadual de Ilhabela no Blog do WikiParques


Parque Estadual de Ilhabela
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Sao Paulo
Município: Ilhabela
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 27.025 hectares
Diploma legal de criação: Criado em 20 de janeiro de 1977 através do Decreto Estadual nº 9.414 /1977.
Coordenação regional / Vinculação: Fundação Florestal / Secretaria Estadual de Meio Ambiente de São Paulo
Contatos: 3896-1646

E-mail: peilhabela@fflorestal.sp.gov.br Gestor (a): Joana Fava Cardoso Alves

Índice

Localização

Sede: Praça Coronel Julião de Moura Negrão, n°115 - Vila Centro/ Ilhabela –SP CEP 11630-000

Como chegar

De São Paulo: Rodovias Airton Sena, Carvalho Pinto e Tamoios, até São Sebastião, Ferry Boat para Ilhabela.

Ingressos

O ingresso para o parque é grátis.

Dias e horário de funcionamento: de segunda-feira a sexta-feira das 8h às 17h. Finais de semana, feriados e alta temporada: consultar horários de funcionamento

Telefone (12) 3896-2585/1646

Onde ficar

Existe uma variedade de hotéis próximos ao Parque Estadual de Ilhabela.

Objetivos específicos da unidade

Finalidade de assegurar integral proteção à flora, à fauna a às belezas naturais das ilhas que constituem o município de Ilhabela, bem como sua utilização para objetivos educacionais, recreativos e científicos.

Histórico

O Parque Estadual de Ilhabela (PEib) foi criado em 20 de janeiro de 1977 através do Decreto nº 9.414. Com área de 27.025ha, abrange aproximadamente 85% da ilha de São Sebastião.

Atrações

O Parque Estadual de Ilhabela oferece aos visitantes diversas atividades como caminhada em trilhas de diferentes níveis, subida a pico e mirantes com vistas panorâmicas, observação de fauna e flora, banho em cachoeiras e piscinas naturais, além de dar acesso a comunidades tradicionais caiçaras, que preservam sua rica cultura na arquitetura de suas casas, artesanato, modo de vida e tradições.

O Parque oferece diversas trilhas,como:

Trilha do Pico do Baepi: Percurso (ida e volta)7.4 km Nível: Alto Atrativos: Mata Atlântica, vista panorâmica, pico de 1.048 metros de altitude É necessário o acompanhamento de monitor ambiental credenciado e não é recomendada a visita em dias de chuva ou chuva de véspera. A trilha do Pico do Baepi é uma das mais procuradas por ecoturistas que gostam de caminhadas mais desafiadoras. Antes do primeiro quilômetro, a trilha possui um belo mirante com vista panorâmica do Canal de São Sebastião, de onde se avista o Parque Estadual da Serra do Mar, os municípios de Ilhabela, São Sebastião e Caraguatatuba, além de Ilhas como as do Arquipélago dos Alcatrazes protegidas por Estação Ecológica, ao horizonte. A caminhada inicia em área aberta e logo adentra na Mata Atlântica. A flora e a fauna vão mudando conforme a altitude e o clima do ambiente até chegar ao pico, com 1.048 metros de altitude e uma vista 360 graus da Ilha.

Trilha da Água Branca:

Percurso (ida e volta) 4 km Nível: Baixo Atrativos: Mata Atlântica, 5 poços, torre de observação Início na Guarita da Estrada Parque dos Castelhanos. A trilha da Água Branca é uma das mais conhecidas do Parque Estadual e inicia na Guarita da Estrada dos Castelhanos. É indicada para todos os tipos de público, desde o visitante menos experiente até aquele acostumado a percorrer trilhas. São 5 poços naturais ideais para banho, (sendo que o primeiro está a cerca de 100 metros do início) e uma torre de observação de aves. O percurso de ida pela trilha e volta pela Estrada de Castelhanos é indicado para a observação de aves, no raiar do dia.


Trilha da Cachoeira da Pancada d’ Água (3 Tombos):

Percurso (ida e volta) 720 metros Nível: Baixo Atrativos: Mata Atlântica, 3 quedas d’água É a trilha mais curta e acessível aberta à visitação.A trilha da Cachoeira da Pancada d´Água é de acesso fácil, pode-se chegar de carro a poucos metros da primeira queda. Fica próxima à Praia da Feiticeira, no sul da Ilha e é chamada de três tombos pois são três as quedas dágua que formam o complexo. Ideal para quem quer caminhar pouco, tomar um banho rápido e mesmo assim ter experiência de caminhar em meio à Mata Atlântica preservada. A região tem grande quantidade e diversidade de aves, para observá-las, procure realizar a visita em momentos menos visitados.

Trilha da Cachoeira do Veloso:

Percurso (ida e volta) 2.2 Km Nível: Médio Atrativos: Mata Atlântica, Cachoeira do Veloso com queda de mais de 30 metros de altura Localizada próximo à praia de mesmo nome, a cachoeira do Veloso tem a mais alta queda de todas as cachoeiras da frente da Ilha, com mais de 30 metros de altura. A trilha, inicia em uma área particular (o camping do sítio) mas seu aceso é livre. É um local menos visitado e portanto uma boa opção durante alta temporada para quem busca tranqüilidade. A caminhada na mata é bastante agradável, tem pequenos locais de descanso e dura cerca de 40 minutos até chegar à belíssima queda d´água.

Trilha Bonete:

Percurso (ida e volta) 23.4 Km Nível: Alto Atrativos: Mata Atlântica, cachoeira da laje, mirante do Bonete, praia do Bonete. A praia é habitada por uma comunidade tradicional caiçara.É recomendado o acompanhamento de monitor ambiental credenciado e não é recomendada a visita em dias de chuva ou chuva de véspera. A trilha do Bonete é a mais longa de todas as trilhas do PEIb, com 12Km só de ida (o percurso dura de 3:30h à 6:00h, dependendo do ritmo de caminhada, podendo durar mais se o visitante estiver carregando muito peso). Localizada no extremo sul da Ilha, a trilha do Bonete passa por uma das áreas de Mata Atlântica mais preservada e durante o caminho é possível observar diversas espécies de flora e fauna. Passa por belos rios e oferece bons banhos em piscinas naturais e quedas d´água. A trilha é utilizada pela comunidade tradicional do Bonete, já que, além do mar, é o único acesso à zona urbana da Ilha. A comunidade do Bonete possui cerca de 70 famílias caiçaras, que preservam a riqueza de sua cultura tradicional. A praia de areias claras e boas ondas para a prática do surfe é ideal para quem quer traquilidade, contato com a natureza e com a cultura local. Ao visitar a comunidade do Bonete seja responsável e respeite os moradores locais. O ecoturismo deve gerar benefícios para o turista e para aqueles que o recebem.


Trilha da Cachoeira do Gato:

Percurso (ida e volta) 4 Km Nível: Médio Atrativos: Mata Atlântica, Cachoeira do Gato. Uma das maiores quedas d’água do Parque Estadual. A praia é habitada por uma comunidade tradicional caiçara. A trilha da Cachoeira do Gato inicia no canto do Ribeirão, na Praia dos Castelhanos. O percurso, de nível médio, passa do interior da Mata Atlântica preservada, cruza o ribeirão do Gato por uma ponte pênsil até chegar a mais alta cachoeira do Parque Estadual. Durante o caminho é possível observar a flora exuberante e, encontrar animais. O ribeirão do gato, assim como outros corpos d´água da Baía de Castelhanos, abastece as casas da comunidade. Por isso, tenha cuidado e pratique os princípios de mínimo impacto, ajudando a preservar a biodiversidade e também a qualidade de vida das populações de Ilhabela. 


Trilha da Cachoeira da Friagem: Percurso: 2,4 km (ida e volta) Nível: Médio Atrativos: A trilha da Cachoeira da Friagem, localizada na região da praia da Siriúba, é o único atrativo oficial do Parque na região norte de Ilhabela. Ao longo da trilha é possível desfrutar de uma vista incrível do Canal de São Sebastião e da paisagem montanhosa, além de avistar a parte da Serra do Mar. No início da trilha, em meio a Mata Atlântica, é possível observar várias espécies tanto de fauna como de flora, como os teiús e o pau-brasil. Continuando a caminhada, podemos notar os diferentes estágios de vegetação, entrando em uma área de sapezal em que é possível ter uma belíssima vista da paisagem de entorno.  Chegando próximo a área da cachoeira é possível perceber a regeneração da Mata Atlântica.  A Cachoeira da Friagem possui queda d’água de 25 metros de altura, porém é preciso tomar muito cuidado ao andar sobre as pedras que são escorregadias.

Estrada Parque de Castelhanos: Percurso (ida e volta) 34 Km Nível: Alto Atrativos: Mata Atlântica, mirante dos Castelhanos, praia dos Castelhanos. A praia é habitada por uma comunidade tradicional caiçara A Estrada Parque dos Castelhanos liga a zona urbana de Ilhabela com a comunidade da praia dos Castelhanos. São 17 Km de terra no interior do Parque Estadual, que cruzam alguns dos pontos de maior fragilidade ambiental e biodiversidade da Ilha. A estrada passa pelo interior da Mata Atlântica e por um mirante com vista para a baía. Pode ser feita a pé, de bicicleta, a cavalo ou em veículo. Para melhor desfrutar do passeio a Castelhanos, evite a alta temporada em que o tempo é muito chuvoso e as taxas de visitação são altas. Informe-se sobre a operação da estrada ao planejar sua viagem.

Aspectos naturais

O Parque Estadual de Ilhabela caracteriza-se por ser um parque-arquipélago, com uma área de 27.025ha, englobando um total de 12 ilhas, 2 ilhotes e 2 lajes.

Na Ilha de São Sebastião, os limites são definidos por cotas altimétricas que variam de 200m (na região ao longo do canal de São Sebastião), 100m (a partir da Ponta da Sela ao sul e Ponta das Canas ao norte) e a 0m (a medida que se aproxima da Ponta do Boi).

As demais ilhas do arquipélago estão integralmente inseridas nos limites do Parque. Os ecossistemas presentes, tais como a Mata Atlântica, a restinga e os manguezais abrigam centenas de espécies de mamíferos, répteis e aves, muitas delas endêmicas como o rato cururuá e outras em processo de extinção.

Relevo e clima

O relevo é bastante acentuado com características de montanhas. O clima é tropical.

Fauna e flora

Em relação à flora percebe-se a presença de jequitibás, jatobás, o guapuruvus, o cedros, louro-pardos, bicuibas, figueiras, canela-moscadas, pau-d’alhos, pau d’arcos e ipês branco, amarelo e roxo.

A fauna do parque compõe-se de algumas espécies como: Caxinguelê, cururuá, macuco, macaco-prego, jaguatirica, tucano, maritaca, tiê sangue, gavião pega-macaco, jacu, jacutinga

Problemas e ameaças

Caça e ocupação no entorno (Zona de Amortecimento).

Fontes

http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-ilhabela/

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.phpido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=855