Parque Estadual do Biribiri



Carregando mapa...
Parque Estadual do Biribiri
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Minas Gerais
Município: Diamantina
Categoria: Parque
Bioma: Cerrado
Área: 16.998,66 hectares
Diploma legal de criação: Decreto nº 39.909, de 22 de setembro de 1998
Coordenação regional / Vinculação: IEF - Regional Alto Jequitinhonha
Contatos: Tel:(38) 3531-7284 / (38) 3532-6698

Endereço sede: Avenida Geraldo Edson do Nascimento, nº 600 - Cidade Nova, Diamantina/MG. CEP: 39100-000 Email:antonio.carneiro@meioambiente.mg.gov.br

Índice

Localização

Localizado a 300 km de Belo Horizonte e a 13 km de Diamantina, passando por uma estrada de terra.O Parque Estadual do Biribiri está localizado no município de Diamantina, na porção meridional da cordilheira do Espinhaço.

Como chegar

Disponibilidade de ônibus de Belo Horizonte-Diamantina de segunda a domingo. Percurso de carro saindo de Belo Horizonte passando pela BR-040 até Curvelo,entrando na MG-259 até Datas e seguindo pela MG-367 até Diamantina cerca de 4H de viagem.

Ingressos

O horário de visitação de segunda a domingo é das 08:00 às 18:00 sem cobrança para a entrada.

Onde ficar

O parque não apresenta alojamentos para os visitantes, mas a cidade de Diamantina apresenta hotéis e pousadas para dormir e se alimentar.

Objetivos específicos da unidade

A unidade tem a finalidade proteger a fauna e a flora regionais, as nascentes dos rios e córregos da região, além de criar condições ao desenvolvimento de pesquisas e estudos científicos e alternativas de uso racional dos recursos naturais, como o ecoturismo.

Histórico

O Parque possui atrativos ímpares como o caminho dos escravos e a vila de Biribiri.A vila datada do inicio do século XVIII a igreja na praça central é um destaque a mais dentro da pequena vila de casinhas azuis e janelas brancas. Serviu de locação para a gravação do filme Xica da Silva.Foi nessa área que funcionou a fábrica de tecidos, criada pelo Bispo Dom João Antônio dos Santos, em 1876.

Atrações

O parque apresenta a Cachoeira dos Cristais, Cachoeira da Sentinela, muitas nascentes cristalinas, pedreiras características do cerrado, campos de flores sempre-vivas.Há também os suntuosos degraus da Cachoeira dos Cristais, cujas rochas teriam sido cortadas com talhadeiras pelos proprietários da época, à procura de diamantes.

Aspectos naturais

Apresenta paisagens de beleza cênica, com seus rios de leitos de pedras, formando cachoeiras e atravessando campos. A área abriga várias nascentes e cursos d'água.

Relevo e clima

O relevo é bastante acidentado, com grandes maciços residuais, topos rochosos, encostas íngremes, vales estreitos e profundos, grandes superfícies planas de altitude e serras altas, estreitas e compridas. O clima vai de quente a tropical, com um gradiente crescente de precipitação das menores para as maiores altitudes e chuvas médias anuais que ficam em torno de 500 mm.

Fauna e flora

A cobertura vegetal nativa é composta por Cerrado, Campos Rupestres e Matas de Galeria. Podem ser encontrados diversas espécies da fauna, muitas delas ameaçadas de extinção, como o lobo-guará e a onça-parda ou suçuarana.

Problemas e ameaças

A área sofre com o problema de incêndios nas épocas secas do ano.

Fontes

http://www.ief.mg.gov.br/areas-protegidas/200?task=view
http://www.siam.mg.gov.br/sla/download.pdf?idNorma=1558
https://www.facebook.com/Parque-Estadual-do-Biribiri-Diamantina-MG-125204757552908/timeline
http://www.chapadadiamantina.com.br/mapas.html