Parque Estadual do Morro do Chapéu



Ponto 1 - E 8759312,38 / N 254222,49; Ponto 2 - E 8758427,42 / N 246480,90; Ponto 3 - E 8740000,00 / N 243333,74; Ponto 4 - E 8721941,45 / N 242384,90; Ponto 5 - E 8720663,00 / N 245656,92; Ponto 6 - E 8721371,71 / N 247902,49; Ponto 7 - E 8721322,80 / N 255760,95; Ponto 8 - E 8740808,90 / N 258552,72.

Parque Estadual do Morro do Chapéu
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Bahia
Município: Morro do Chapeú
Categoria: Parque
Bioma: Caatinga
Área: 46.000 hectares
Diploma legal de criação: Decreto 7.413, de 17 de agosto de 1998.
Coordenação regional / Vinculação: SEMA - Secretaria do Meio Ambiente do Estado da Bahia.
Contatos:

Índice

Localização

O Parque está inserido no município de Morro do Chapéu, na região do Piemonte da Chapada Diamantina, na bacia hidrográfica do Rio Paraguaçu. Possui uma área estimada de 46.000 ha.

Como chegar

Ingressos

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Assegurar a proteção de inúmeras espécies de animais raras e ameaçadas de extinção; preservar a vegetação característica da região, campo rupestre e um ecótono cerrado/caatinga, bem como proteger os sítios arqueológicos existentes na área.

Histórico

O Parque Nacional Morro do Chapéu foi criado por decreto estadual em 1998 visando proteger áreas ambientalmente relevantes. No local já foram catalogadas 543 nascentes importantes, caracterizando-se, no aspecto geológico, como uma das raras possibilidades existentes no mundo para funcionar como geoparque; no aspecto arqueológico, como um dos mais proeminentes sítios de pinturas rupestres; no aspecto paleontológico, representado por diversas grutas, destacando-se as grutas de Brejões, Boa Esperança, Igrejinha e Cristal, demandando, por conseguinte, especial proteção.

Atrações

O parque tem como atrações: Sítios arqueológicos com pinturas rupestres, formações geológicas e a presença de grandes felinos.

Aspectos naturais

A vegetação predominante da área corresponde ao bioma Caatinga, também são encontradas tipologias bastante raras na região, como as dunas. Apresenta áreas com vegetação arbustiva/herbáceas, formando verdadeiros jardins naturais sobre os afloramentos rochosos. Na região, temos a presença de orquídeas, bromélias e cactáceas.

Relevo e clima

O clima é tropical de altitude.

Fauna e flora

Parque Estadual do Morro do Chapéu se destaca pela presença de felinos de grande porte.

Em relação à flora, a unidade de conservação apresenta áreas com vegetação arbustiva/herbáceas, formando verdadeiros jardins naturais sobre os afloramentos rochosos. Destaca-se a presença de orquídeas, bromélias e cactáceas.

Problemas e ameaças

A região do Parque Estadual do Morro do Chapeu apresenta problemas como o desmatamento, as queimadas, a retirada ilegal de areia, a regularização fundiária, a caça predatória e invasão de terra.

Fontes

http://www2.meioambiente.ba.gov.br/conteudo.aspx?s=PEMORROC&p=PARQEST

http://www.inema.ba.gov.br/gestao-2/unidades-de-conservacao/parque-estadual/parque-estadual-do-morro-do-chapeu/