Parque Estadual do Pau Furado



Parque Estadual do Pau Furado
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Minas Gerais
Município: Triângulo Mineiro, Uberlândia e Araguari
Categoria: Parque
Bioma: Cerrado
Área: 2.186,85 hectares
Diploma legal de criação: Criado pelo Decreto Estadual sem número de 27 de janeiro de 2007.
Coordenação regional / Vinculação: IEF - Instituto Regional de Florestas
Contatos: Sede Administrativa:

IEF - Escritório Regional Triângulo

Endereço: Pça Tubal Vilela, 03 – Bairro: Centro - CEP: 38400-186 - Uberlândia / MG

Telefone: (34) 3232-5622.

http://www.ief.mg.gov.br

http://paufurado.blogspot.com.br

e-mail: pepf@meioambiente.mg.gov.br

Índice

Localização

O Parque Estadual do Pau Furado abrange os municípios de Uberlândia e Araguari.

Como chegar

Através da Rodovia BR-050 sentido Araxá, na rotatória do Bairro Alvorada (com uma passarela de pedestres), pegar a terceira saída sentido Bairro Morumbi, seguir reto por aproximadamente 10 km (antiga estrada do Pau Furado) e quando chegar à comunidade Tenda do Moreno, continuar reto por mais 2 km até o Cruzeiro (uma cruz de cor branca), virar à esquerda, seguir a estrada de terra principal, passando pela ponte do Córrego Marimbondo, após 850 m virar à direita e chegar à porteira de entrada do PEPF.

Ingressos

O Parque fica aberto ao público de terça a domingo e feriados das 08:00 às 16:00 horas, limitada a entrada de visitantes até as 15h. De terça a sexta, o atendimento será realizado exclusivamente por agendamento prévio.

O número de visitantes está limitado a 150 (cento e cinquenta) pessoas por dia e é possível consultar agenda no endereço http://paufurado.blogspot.com.br/p/agenda-pepf.html.


Aos sábados, domingos e feriados o Parque atende ao público em geral e não necessita de prévio agendamento.

Por enquanto a entrada é franca

Onde ficar

Na região o mais próximo são os chalés do "Trilha Leite" aproximadamente (6 km) da entrada do Parque. As demais opções são hotéis na zona urbana de Uberlândia (25 km)

Objetivos específicos da unidade

Proteger os recursos hídricos; Viabilizar a pesquisa científica; Promover o desenvolvimento socioambiental; Fortalecer a integração com o entorno; Garantir o uso público; Assegurar a proteção dos ecossistemas presentes na região; Proteger às espécies raras, endêmicas, em perigo ou ameaçadas de extinção; Preservar o patrimônio genético; Conservar paisagens de beleza cênica natural ou alterada; Fomentar o uso sustentável dos recursos naturais disponíveis. Proteger fragmentos importantes de fisionomias vegetais e comunidades naturais representadas pelas florestas de galeria, ciliar, estacional decidual e semidecidual, cerradão e cerrado senso restrito.

Histórico

Segundo os moradores da região do Parque Estadual do Pau Furado (PEPF), a estrada que dava acesso à ponte Cesário Alvim, que ligava Uberlândia ao município de Araguari, havia uma árvore frondosa com muitos furos em seu tronco para coleta de óleo, chamada pau-de-óleo ou copaíba (Copaifera langsdorffii), essa árvore era referência e ponto de encontro dos moradores locais, daí surgiram os nomes: Estrada do Pau Furado; Ponte do Pau Furado (oficialmente Cesário Alvim) e consequentemente a região ficou conhecida como Pau Furado.

A criação do PEPF decorre de uma medida de compensação florestal estabelecida pela FEAM - Fundação Estadual de Meio Ambiente, durante o processo de licenciamento ambiental do Complexo Energético Amador Aguiar (Usinas Hidrelétricas Capim Branco I e II), em conformidade com a Lei nº 14.309/02, que dispõe sobre as políticas florestais e de proteção à biodiversidade no Estado de Minas Gerais, regulamentada pelo Decreto nº 43.710/04 (veja o tópico legislação).

O PEPF É a primeira unidade de conservação da categoria localizada no Triângulo Mineiro, uma das regiões do Estado mais atingidas pelo desmatamento ao longo dos anos e onde o IEF tem priorizado a conservação.

Atrações

O PEPF tem algumas atrações como as cachoeiras do Marimbondo e Terra Branca e conta com atividades para ciclismo mediante agendamento com, no mínimo, 2 (dois) dias de antecedência.

Aspectos naturais

O Parque Estadual do Pau Furado é a primeira unidade de conservação da categoria localizada no Triângulo Mineiro.

Relevo e clima

O relevo é típico de chapada e o clima é tropical.

Fauna e flora

O Parque Estadual do Pau Furado exerce grande importância regional para a conservação da biodiversidade, uma vez que foram identificadas 932 espécies de fauna e flora dentro de seus limites geográficos. Várias delas são reconhecidas oficialmente em algum grau de ameaça ou vulnerabilidade de extinção. Destacam-se a aroeira (Myracrodruon urundeuva), a onça-parda (Puma concolor), a raposa-do-campo (Pseudalopex vetulus), o lobo-guará (Chrysocyon brachyurus), a jaguatirica (Leopardus pardalis), o tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla), o veado-mateiro (Mazama americana) a arara-canindé (Ara ararauna), a maritaca (Aratinga auricapillus) o cabeça-seca (Mycteria americana), o canário-da-terra (Sicalis flaveola), a andorinha-de-coleira (Pygochelidon melanoleuca) e a águia-cinzenta (Urubitinga coronata).

Problemas e ameaças

Ameaças de extinção dos componentes da fauna e da flora do PEPF.

Fontes

http://paufurado.blogspot.com.br/

http://www.ief.mg.gov.br/areas-protegidas/205?task=view