Reserva Biológica Estadual de Araras



Reserva Biológica Estadual de Araras
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Rio de Janeiro
Município: Petrópolis e Miguel Pereira
Categoria: Reserva Biológica
Bioma: Mata Atlântica
Área: 3.837,82 hectares
Diploma legal de criação: Decreto Estadual nº 42.343, de 10 de março de 2010. Decreto Estadual nº 43.888, de 28 de fevereiro de 2012.
Coordenação regional / Vinculação: Inea - Instituto Estadual do Ambiente / Dibap - Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas
Contatos: Endereço da Sede: Estrada Bernardo Coutinho, nº 10.351 – Gleba do Horto

Jardim Araras, Araras - distrito de Cascatinha – Petrópolis CEP: 25.725- 020

Telefones: (24) 2225-9144 / (24) 2225-1749 E-mail: rebioararas.inea.rj@gmail.com

Índice

Localização

Esta UC se encontra nos contrafortes da Serra do Mar, na Região Serrana do estado do Rio de Janeiro, abrangendo áreas dos municípios de Petrópolis, na sua maior parte, e Miguel Pereira. A sede da Reserva encontra-se no bairro Jardim Araras, no subdistrito de Araras, distrito de Cascatinha, um dos cinco do município de Petrópolis, sendo os outros quatro Petrópolis, Itaipava, Posse e Pedro do Rio, este último abrangido por parte da área da Reserva também

Como chegar

São três estradas no entorno direto da RBA:

1) A estrada entre Araras e Vale das Videiras, pavimentada, e de fundamental importância para o desenvolvimento turístico regional (RJ-117). Esta é uma rodovia do estado do Rio de Janeiro. Com 44 quilômetros de extensão, liga o município de Paty do Alferes à localidade de Araras, no município de Petrópolis. A maior parte da estrada é em leito natural, principalmente nos trechos de serra, que está em processo de pavimentação. Após a localidade de Vale das Videiras, já em Petrópolis, segue até Araras;

2) A estrada do Caminho do Ouro, ao sul da reserva, ligando Petrópolis a Miguel Pereira em estrada de chão, conhecida como Estrada da Vargem Grande. A Estrada do Rocio, também ao sul da Reserva, leva até os radares do CINDACTA, sistema de controle de tráfego aéreo. Região com poucas residências ao longo da estrada que segue o vale formado por um córrego que vai dar origem ao Rio da Cidade;

3) O trecho Rio – Petrópolis da BR-040, rodovia federal radial do Brasil. Seu ponto inicial fica na cidade de Brasília (DF), e o final, no Rio de Janeiro (RJ). Este trecho corta o sudeste da Reserva e o acesso a esta se dá na saída do Km 65 para Araras.

Existem ônibus circulando por toda a região, porém com poucos horários, na maioria conduzindo os passageiros até Corrêas, de onde se pode fazer baldeação para outras localidades. Algumas linhas conduzem diretamente para Itaipava.

Ingressos

É proibida a visitação pública, exceto aquela com objetivo educacional, de acordo com regulamento específico.

Onde ficar

É proibida a visitação pública, exceto aquela com objetivo educacional, de acordo com regulamento específico.

Objetivos específicos da unidade

A Reserva Biológica tem como objetivo a preservação integral da biota e demais atributos naturais existentes em seus limites, sem interferência humana direta ou modificações ambientais, excetuando-se as medidas de recuperação de seus ecossistemas alterados e as ações de manejo necessárias para recuperar e preservar o equilíbrio natural, a diversidade biológica e os processos ecológicos naturais.

Histórico

O histórico da RBA envolve primeiramente o seu reconhecimento como floresta protetora, depois Horto Florestal e posteriormente Reserva Biológica. No ano de 1987, a administração da área protegida passou à hoje extinta Fundação Instituto Estadual de Florestas (IEF, RJ), atualmente Inea. Em 18 de julho de 2000, com a promulgação da Lei Federal nº 9.985, que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), foram estabelecidos os procedimentos para a criação das Reservas Biológicas.

Atrações

Além da beleza natural da RBA, ela ainda possui trilhas.

Aspectos naturais

A Reserva Biológica de Araras (RBA) constitui-se em uma área geográfica delimitada, dotada de atributos naturais excepcionais, inserida totalmente no bioma Mata Atlântica e possuindo em seus limites ecossistemas naturais bastante significativos.

A Reserva tem cobertura vegetal formada principalmente por Floresta Ombrófila Densa Montana e Submontana e vegetação rupícula. As matas são compostas principalmente por vegetação secundária nos estágios avançado e médio de sucessão e com grande presença de afloramentos rochosos.

Relevo e clima

O relevo é bastante acidentado que proporciona o abrigo de uma rica vegetação rupícola, e nos topos das montanhas graníticas que a compõem encontramos também campos de altitude bem preservados. Destacando-se pela presença de vertentes rochosas íngremes, com declividades chegando a 50% e 70% e com variações de altitude entre 910 e 1.770 metros (Pico do Couto).

O clima da cidade é o tropical de altitude, com verões úmidos e quentes e invernos secos e relativamente frios, com temperaturas médias entre 22° e 24° C e nos anos mais frios pode chegar a uma média de 19° C.

Fauna e flora

Fauna típica de Mata Atlântica com ocorrência de espécies cosmopolitas (Província Zoogeográfica TUPI). Na Reserva Biológica de Araras constatou-se, entre os mamíferos, a presença de jaguatirica, suçuarana, cachorro-domato, gambá, tatu-galinha, furão, ouriço, caxinguelê, caititu, irara, paca, sagüi, quati, macacoprego, bugio, mão-pelada e guariba. Da avifauna, destacam-se tiê-sangue, maitaca, sabiá, tangará, jacu e japu, dentre outros e foram registradas 100 espécies de aves na RBA.

Quanto a flora da Reserva, pode-se destacar algumas espécies.São encontradas inúmeras espécies endêmicas, com destaque para o raro rabo-de-galo. Além disso, a UC protege indivíduos de espécies presentes na lista de espécies ameaçadas de extinção pelo IBAMA, como: Ocotea spp. e Nectandra spp (canelas), Euterpe edulis (palmito), Cedrella fissilis (cedro) e Cariniana estrellensis (jequitibá).

Problemas e ameaças

. Caça predatória;

• Extrativismo vegetal (xaxim, palmito, orquídea e bromélia);

• Especulação imobiliária no entorno;

• Incêndios florestais;

. Espécies da flora e da fauna em extinção.

Fontes

http://www.inea.rj.gov.br/Portal/Agendas/BIODIVERSIDADEEAREASPROTEGIDAS/UnidadesdeConservacao/INEA_008604#

Plano de Manejo: http://www.inea.rj.gov.br/cs/groups/public/documents/document/zwew/mde5/~edisp/inea0019767.pdf

Reserva Biológica Estadual de Araras (RBA)