Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé



Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé
Esfera Administrativa: Municipal
Estado: Amazonas
Município: Amazonas
Categoria: Reserva de Desenvolvimento Sustentável
Bioma: Amazônia
Área: 12.000 ha
Diploma legal de criação: A Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé foi criada pelo Decreto n.o 8.044, de 25 de agosto de 2005 pelo poder público municipal de Manaus.
Coordenação regional / Vinculação: A Prefeitura Municipal de Manaus tem a responsabilidade de gerir a REDES do Tupé, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAS), que desde janeiro de 2011, vem implementando o Regulamento de Uso da Praia do Tupé junto aos diversos envolvidos. Instituído em 2008, através da Resolução 01/2008, o regulamento visa atuar como principal instrumento de proteção ambiental da Praia do Tupé.
Contatos: SEMMAS (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) (92) 3236-7420

Índice

Localização

A Reserva de Desenvolvimento Sustentável (REDES) do Tupé, na zona rural do município de Manaus, à margem esquerda do rio Negro, distante aproximadamente 25km em linha reta do centro da cidade

Como chegar

O acesso à unidade ocorre somente por meio fluvial, portanto, há a necessidade de pegar um barco na Marina do Davi, localizada na Ponta Negra

Ingressos

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

É uma unidade de conservação de uso sustentável e tem como objetivo básico preservar a natureza e, ao mesmo tempo, assegurar as condições e os meios necessários para reprodução e a melhoria dos modos e da qualidade de vida e exploração dos recursos naturais das populações tradicionais, bem como valorizar, conservar e aperfeiçoar o conhecimento e as técnicas de manejo do ambiente, desenvolvido por estas populações.

Histórico

Atrações

A REDES do Tupé é constituída das seguintes comunidades: Livramento, Julião, Agrovila, Tatulândia, Central e São João do Tupé. Nesta última destaca-se a Praia do Tupé, visitada nos fins de semana por turistas e manauaras em busca de lazer. A praia dispõe de 12 barracas padronizadas para a comercialização de alimentos, bebidas e artesanato além do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável Roberto Vieira (CADS), com espaço para a realização de eventos de pequeno porte, 2 banheiros públicos, alojamento e sala de administração.

Aspectos naturais

Relevo e clima

Fauna e flora

Problemas e ameaças

A principal ameaça a unidade é o constante fluxo migratório de pessoas sem autorização pela à proximidade com o centro urbano de Manaus e facilidade de adentrar na reserva devida a ausência de fiscalização.

Fontes

SEMMAS