Parque Estadual Pico Paraná é um dos que está temporariamente interditado. Foto: Renan Vieira/Wikiparques


A partir desta quinta-feira, dia 24/01, as unidades de conservação estaduais do Litoral do Paraná estarão fechadas para visitação por 15 dias. A determinação se deve a casos de febre amarela registrados no estado de São Paulo, próximo à divisa com o Paraná, nas cidades de Registro, Iporanga e Eldorado.

Os corpos de três macacos foram encontrados no município paranaense de Antonina, na noite de terça-feira (22/01). A Secretaria de Estado de Saúde vai investigar se a causa dos animais está ligada à febre amarela. A morte dos primatas acende um alerta, pois os animais não transmitem a doença, mas são vítimas, o que pode indicar ocorrência da febre amarela no local.

Caso sejam encontrados macacos mortos na região litorânea, é preciso informar à Secretaria de Meio Ambiente do município mais próximo, ou ao Instituto Ambiental do Paraná (IAP), pelo número (41) 3213-3462 ou (41) 3213-3830.

Nas unidades de conservação onde são realizadas pesquisas, só será permitida a entrada de pesquisadores com apresentação da carteirinha de vacinação contra a febre amarela.

Confira a relação das reservas que estarão fechadas:


*Com informações do IAP

 

 

 

Comentários

comentários