Sabiá-ferreiro. Foto: Priscilla Sales


As lentes da analista ambiental da Priscilla Sales captaram algo raro durante o 2º Festival de Aves de Porto Seguro, realizado em junho na Reserva Particular do Patrimônio Natural Estação Veracel (BA): um jovem sabiá-ferreiro (Turdus subalaris). Durante os meses de inverno, a espécie migratória é frequentemente avistada em áreas centrais do país, como nos estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso e Minas Gerais, mas nunca no sul baiano.

O sabiá-ferreiro, também conhecido como ferreirinho, sabiá-cinza, sabiá-azulina e sabiá-campainha, normalmente tem cerca de 21 cm e chega a pesar até 55 gramas. Ele pode ser encontrado facilmente nos estados do sul e sudeste do Brasil, Argentina e Paraguai. Mas, de acordo com o ornitólogo do Observatório de Aves da Estação Veracel, Luciano Lima, não há relato dessa espécie no estado da Bahia.  Há apenas um registro de 1997 na Chapada Diamantina. “É um registro raro já que a Bahia não está na rota de migração dessa espécie, que sempre procura nessa época, climas amenos como os de Goiás e Tocantins”, comentou.

Para Luciano, o registro é um bom sinal: “Isso reforça a importância de ter uma área preservada”. O ornitólogo explicou, ainda, que a ave fotografada é jovem e que, provavelmente, está fazendo sua primeira migração. Essa espécie tem por hábito migrar a noite e parar para descansar. “Os observadores de aves agradecem que ela tenha escolhido a RPPN Estação Veracel como local de repouso”, conclui Lima.

 

*Com informações da Comunicação da RPPN Estação Veracel

 

 

 

Comentários

comentários