concurso-wkps-vencedor3


Amigos fotógrafos, chegou a hora de revelar a imagem vencedora da 3ª edição do Concurso Fotográfico WikiParques 2017! Nos 20 dias de competição foram enviados 137 registros que percorrem unidades de conservação como o Parque Estadual da Serra do Papagaio (MG), o Parque Estadual do Tainhas (RS), a Área de Proteção Ambiental da Lagoa de Cima (RJ), o Parque Estadual da Serra da Tiririca (RJ), o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (GO) e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA).

Os participantes desta competição adicionaram lindas imagens ao acervo WikiParques, onde estarão disponíveis para todos aqueles que querem conhecer e explorar as unidades de conservação brasileiras. Veja abaixo alguns destes belos registros, que dificultaram a vida dos jurados do WikiParques na escolha da imagem campeã :

O registro vencedor é a Cátia Sulamita Dias. De Novo Hamburgo, a estudante de Biologia conseguiu capturar o incrível close-up da coruja na Floresta Nacional de Canela (RS).

Vencedor: Cátia Sulamita Dias

As pequenas grandes belezas da Floresta Nacional de Canela. Foto: Cátia Sulamita Dias

As pequenas grandes belezas da Floresta Nacional de Canela. Foto: Cátia Sulamita Dias


Prêmio

O vencedor ganha uma cópia do livro Pantanal. Cores e Sentimentos, de Fabio Colombini, produzido pela Escrituras Editora.

Pantanal_300dpi1__47042_zoom

O Pantanal é a maior planície alagada do continente sul-americano, com 138.183 km2. Está localizado na região centro-oeste brasileira, nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e engloba ainda a Bolívia e o Paraguai. Tem a maior concentração de fauna das Américas. Sua biodiversidade inclui mais de 650 espécies de aves, 260 de peixes, 6.000 de insetos, 80 de mamíferos e 160 de répteis. Sem falar das mais de 1.800 espécies de plantas. Verdes tapetes de aguapés, vitórias-régias, buquês roxos de camalotes, jacarés-de-papo-amarelo, imensos lagartos com o corpo coberto de escudos e focinhos tão largos quanto compridos, como esculturas imóveis sob o sol. Bem-te-vis, canários, inhumas, andorinhas despregam-se dos galhos de peúvas, das aroeiras, dos pés de cedro, dos copados guavirais. Por toda parte saltam capivaras, pacas, caititus, antas, lontras, lobos de cauda vermelha. Macacos sobem à procura das vagens do ingazeiro, no leque de buriti pousa um casal de araras azuis e a onça parda acompanha o percurso do trem. O tuiuiú, grande e desengonçado, com seu longo pescoço negro, a coleira de carne vermelha e esponjosa na garganta, abre as imensas asas brancas. Pelas lentes do fotógrafo, imagens captadas e instantâneos poéticos do Pantanal.

 

Ao vencedor, parabéns! A todos que participaram, como sempre, um enorme obrigado!

 

 

 

Comentários

comentários