Escoteiros_Imagem divulgaçãoPAPP

Escoteiros em ação como voluntários de unidades de conservação. Foto: PAPP/Divulgação


A Estação Ecológica de Carijós (SC) está prestes a ganhar um reforço especial: escoteiros. A iniciativa faz parte do projeto “Voluntariado especial para escoteiros” apresentado durante o último Seminário de Boas Práticas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e desenvolvida em parceria com o Instituto Brasileiro de Administração Municipal – IBAM e o IPÊ – Instituto de Pesquisas Ecológicas.

O projeto, previsto para começar no início deste ano, convoca os grupos de escoteiros da região para atuar em ações de manejo, produção de material informativo, pesquisa e monitoramento na área protegida. Em contrapartida, os voluntários que fazem parte do movimento escoteiro terão suas atividades reconhecidas pela Estação, o que servirá para que recebam insígnias e especialidades escoteiras.

A expectativa do autor da proposta e gestor da estação ecológica, Ricardo Peng, é um maior engajamento do movimento escoteiro no programa de voluntários do ICMBio, não apenas em Carijós, mas em outras unidades de conservação. “Nosso objetivo é potencializar a relação da Estação com os grupos escoteiros de Santa Catarina para que as ações desenvolvidas e conceitos de cidadania e preservação do meio ambiente cheguem até os amigos e familiares destes jovens voluntários”, completa Ricardo.

A prática começará a ser implementada este ano, com a abertura das vagas para os trabalhos voluntários e a seleção de candidatos. A proposta conta aina com a parceria de outras unidades de conservação federais de Florianópolis além dos grupos de escoteiros locais.


*Com informações PAPP

 

 

 

Comentários

comentários