Foto: Pedro Devani/Secom

Foto: Pedro Devani/Secom

Está em processo de criação definitiva mais uma unidade de conservação no Acre: Floresta Estadual do Afluente (AC). Localizada entre os municípios de Manoel Urbano e Feijó, a unidade de conservação possui pouco mais de 155 mil hectares de florestas, que poderão ser utilizados pelas famílias que vivem no entorno, de maneira sustentável.

O decreto de criação provisório da Floresta Estadual do Afluente foi sancionado em 2017, no Dia Mundial do Meio Ambiente – 06 de junho. A unidade de conservação ambiental será implementada de maneira permanente ainda no primeiro semestre deste ano.

“A implementação de uma unidade de conservação nessa localidade auxilia no processo de mitigação dos impactos causados pela abertura da BR-364, ao mesmo tempo em que impulsiona o desenvolvimento sustentável e fortalece a lei n◦ 11.284 de 2 de março de 2006, que dispõe sobre a gestão de florestas públicas para a produção sustentável, bem como a lei n◦ 9.985/2.000 que institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação”, salientou a chefe da Divisão do Sistema Estadual de Áreas Naturais Protegidas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Flávia Dinah Rodrigues.

 

*Com informações do Governo do Acre

 

 

Comentários

comentários