Sinalização utilizada nas trilhas da Floresta Nacional de Tefé. Foto: Lucas Ramos/ICMBio


Uma das ações planejadas para a comemoração dos 30 anos da Floresta Nacional de Tefé (AM) é a sinalização das trilhas da unidade de acordo com o Sistema Nacional de Sinalização de Trilha em Unidades de Conservação. Com uma área de 8.651 km², a unidade de conservação tem impulsionado iniciativas ligadas ao turismo.

Em reuniões realizadas pelo grupo de Turismo de Base Comunitária – responsáveis pelas atividades de turismo da unidade de conservação – foi decido o uso da sigla FLONA TFF em forma de pegada (veja imagem acima) para sinalizar as trilhas da floresta nacional. Também devem fazer parte da sinalização placas de entrada de trilhas e orientação de destino. As placas de entrada ficarão no início de cada trecho e terão informações gerais da trilha a ser percorrida. Já a placa de destino é responsável por informar pontos importantes do percurso, como mirantes ou grandes árvores.

A Floresta Nacional de Tefé é mais uma unidade de conservação brasileira a utilizar o Manual de Sinalização de Trilhas do ICMBio. Analistas do próprio Instituto também participaram das oficinas de sinalização, garantindo o padrão usado em outras unidades geridas pelo órgão.

 

*Com informações da Comunicação ICMBio

 

 

 

Comentários

comentários