Editando Floresta Nacional do Tapajós

Ir para navegação Ir para pesquisar

Aviso: Você não está conectado. Seu endereço IP será visível publicamente se você fizer alguma edição. Se você fizer login ou criar uma conta, suas edições serão atribuídas ao seu nome de usuário, juntamente com outros benefícios.

A edição pôde ser desfeita. Por gentileza, verifique o comparativo a seguir para se certificar de que é isto que deseja fazer, salvando as alterações após ter terminado de revisá-las.

Esta página suporta marcações semânticas no texto (por exemplo, "[[Is specified as::World Heritage Site]]") para construir conteúdo estruturado e recuperável por consultas providas pelo Semantic MediaWiki. Para uma descrição completa sobre como utilizar marcações ou a função #ask, por favor, leia as páginas de ajuda: primeiros passos, marcação no texto ou consultas embutidas.

Revisão atual Seu texto
Linha 22: Linha 22:
 
'''Cidade:''' Santarém<br />
 
'''Cidade:''' Santarém<br />
 
'''Telefone:''' (93) 35232964<br />
 
'''Telefone:''' (93) 35232964<br />
'''E-mail:''' [mailto:flonatapajos.pa@ibama.gov.br flonatapajos.pa@ibama.gov.br]
+
'''E-mail:''' flonatapajos.pa@ibama.gov.br
 
|Location=A '''Floresta Nacional do Tapajós''' está localizada no oeste do Estado do Pará. A Unidade possui os seguintes limites: a oeste, o Rio Tapajós; a leste, a Rodovia BR-163; ao norte, a linha seca que passa pelo marco 50 (50km) da Rodovia BR-163; ao sul, o Rio Tinga e Rio Cupari. Tem como pólo econômico mais próximo a cidade de Santarém, cerca de 50 km da Unidade de Conservação, pela Rodovia BR-163.
 
|Location=A '''Floresta Nacional do Tapajós''' está localizada no oeste do Estado do Pará. A Unidade possui os seguintes limites: a oeste, o Rio Tapajós; a leste, a Rodovia BR-163; ao norte, a linha seca que passa pelo marco 50 (50km) da Rodovia BR-163; ao sul, o Rio Tinga e Rio Cupari. Tem como pólo econômico mais próximo a cidade de Santarém, cerca de 50 km da Unidade de Conservação, pela Rodovia BR-163.
  
Linha 67: Linha 67:
  
 
'''Importante:''' O valor da passagem FLONA - Santarém é de R$ 9,00. Com este valor, não há cobrança de transporte de bagagens e mercadorias, em pequenas quantidades. Para comerciantes, há cobrança de frete de mercadorias.
 
'''Importante:''' O valor da passagem FLONA - Santarém é de R$ 9,00. Com este valor, não há cobrança de transporte de bagagens e mercadorias, em pequenas quantidades. Para comerciantes, há cobrança de frete de mercadorias.
 +
 
|Tickets=A Floresta Nacional do Tapajós pode ser visitada durante o ano todo, porém o verão regional, de julho a dezembro, é um período muito propício para a visitação, já que as praias são um grande atrativo.
 
|Tickets=A Floresta Nacional do Tapajós pode ser visitada durante o ano todo, porém o verão regional, de julho a dezembro, é um período muito propício para a visitação, já que as praias são um grande atrativo.
  
Linha 162: Linha 163:
 
Devem ser tomados cuidados ao se tomar banho nos igarapés e rio devido à presença de raias, jacarés. Em passeios de canoa pela floresta, deve-se evitar tocar nos arbustos pois existem animais difíceis de serem vistos. Deve-se usar sempre colete salva-vidas. Para aumentar as chances de avistar animais, é preferível fazer silêncio e não usar roupas de cores muito fortes.
 
Devem ser tomados cuidados ao se tomar banho nos igarapés e rio devido à presença de raias, jacarés. Em passeios de canoa pela floresta, deve-se evitar tocar nos arbustos pois existem animais difíceis de serem vistos. Deve-se usar sempre colete salva-vidas. Para aumentar as chances de avistar animais, é preferível fazer silêncio e não usar roupas de cores muito fortes.
  
Como o turista/visitante conhecerá uma área de proteção ambiental com população tradicional residente, alguns itens devem ser observados, tais como: não retirar qualquer material da Unidade, como plantas, ovos, flores, animais, sementes, peças arqueológicas etc pois é proibido; e não entrar em residências, nem tirar fotos ou fazer filmagens das pessoas sem a permissão prévia destas.
+
Como o turista/visitante conhecerá uma área de proteção ambiental com população tradicional residente, alguns itens devem ser observados, tais como: não retirar qualquer material da Unidade, como plantas, ovos, flores, animais, sementes, peças arqueológicas etc pois é proibido; e não entrar em residências, nem tirar fotos ou fazer filmagens das pessoas sem a permissão prévia destas.  
 
|Natural aspects=A '''Floresta Nacional do Tapajós''' é conhecida por suas belezas naturais. O grande rio que banha as terras ribeirinhas muda de cor a cada hora do dia - ficando azul, amarelo, laranja, vermelho e prateado. Também muda de tamanho. No inverno, quando chove bastante, fica bem cheio formando os igapós. De canoa é possível andar no meio da floresta. Já no verão, o rio baixa, fica encolhidinho, quando aparecem as praias com suas areias brancas possibilitando a atividade da piracaia. A água é transparente e limpa, repleta de peixes de diferentes espécies.
 
|Natural aspects=A '''Floresta Nacional do Tapajós''' é conhecida por suas belezas naturais. O grande rio que banha as terras ribeirinhas muda de cor a cada hora do dia - ficando azul, amarelo, laranja, vermelho e prateado. Também muda de tamanho. No inverno, quando chove bastante, fica bem cheio formando os igapós. De canoa é possível andar no meio da floresta. Já no verão, o rio baixa, fica encolhidinho, quando aparecem as praias com suas areias brancas possibilitando a atividade da piracaia. A água é transparente e limpa, repleta de peixes de diferentes espécies.
  
Linha 174: Linha 175:
  
 
Os ecossistemas presentes na UC são representativos em termos de área e estado de conservação, predomina a floresta tropical densa com árvores emergentes, seguida de floresta tropical com palmeiras. A floresta tropical aluvial também está bem representada em toda a margem direita do rio Tapajós e no vale do rio Mojú&#8221;. Como exemplo de espécies de florestas de Terra Firme, temos: aquariquara (''Minguarita guianensis''), açacu (''Hura creptans''), andiroba (''Carapa guianensis''), angelim-pedra (''Dinizia excelsa Duque''), babaçu (''Orbignia martiana''), bacaba (''Oenocarpus bacaba''), breu (''Protium spp.''), buriti (''Mauritia flexuosa''), carapanaúba (''Aspidosperma carapanaúba''), casca-preciosa (''Aniba canelilla''), castanha-sapucaia (''Lecythis paraensis''), castanheira (''Bertholletia excelsa H.B.K''), copaíba (''Copaifera Ducke''), cumaru (''Coumarouma odorata''), envira (''Xilopia spp.''), faveira (''Vatairea paraensis''), freijó (''Cordia goeldiana''), inajá (''Maximiliana regia''), ipê (''Macrolopium campestre''), itaúba (''Mezilaurus itauba''), andiroba (''Carapa guianensis''), jenipapo (''Genipa americana''), ingá (''Inga disticla''), louro-da-várzea (''Nectandra amazonium''), taperebá (''Spondia lutear''), sumaúma (''Ceiba pentandra'') e buriti (''Mauritia flexuosa'').
 
Os ecossistemas presentes na UC são representativos em termos de área e estado de conservação, predomina a floresta tropical densa com árvores emergentes, seguida de floresta tropical com palmeiras. A floresta tropical aluvial também está bem representada em toda a margem direita do rio Tapajós e no vale do rio Mojú&#8221;. Como exemplo de espécies de florestas de Terra Firme, temos: aquariquara (''Minguarita guianensis''), açacu (''Hura creptans''), andiroba (''Carapa guianensis''), angelim-pedra (''Dinizia excelsa Duque''), babaçu (''Orbignia martiana''), bacaba (''Oenocarpus bacaba''), breu (''Protium spp.''), buriti (''Mauritia flexuosa''), carapanaúba (''Aspidosperma carapanaúba''), casca-preciosa (''Aniba canelilla''), castanha-sapucaia (''Lecythis paraensis''), castanheira (''Bertholletia excelsa H.B.K''), copaíba (''Copaifera Ducke''), cumaru (''Coumarouma odorata''), envira (''Xilopia spp.''), faveira (''Vatairea paraensis''), freijó (''Cordia goeldiana''), inajá (''Maximiliana regia''), ipê (''Macrolopium campestre''), itaúba (''Mezilaurus itauba''), andiroba (''Carapa guianensis''), jenipapo (''Genipa americana''), ingá (''Inga disticla''), louro-da-várzea (''Nectandra amazonium''), taperebá (''Spondia lutear''), sumaúma (''Ceiba pentandra'') e buriti (''Mauritia flexuosa'').
|Sources=-[http://www.icmbio.gov.br/flonatapajos/ Site da '''Flona do Tapajós''']<br />
+
|Threats and problems=
-[http://www.icmbio.gov.br/portal/biodiversidade/unidades-de-conservacao/biomas-brasileiros/amazonia/unidades-de-conservacao-amazonia/1963 Página da '''Flona do Tapajós''' no site ICMBio]
+
 
 +
|Sources=*[http://www.icmbio.gov.br/flonatapajos/ Site da '''Flona do Tapajós''']
 +
*[http://www.icmbio.gov.br/portal/biodiversidade/unidades-de-conservacao/biomas-brasileiros/amazonia/unidades-de-conservacao-amazonia/1963 Página da '''Flona do Tapajós''' no site ICMBio]
 +
 
 
}}
 
}}
[[Categoria:Floresta Nacional do Tapajós]]
 
[[Categoria:Unidades de conservação]]
 

Por favor, note que todas as suas contribuições em WikiParques podem ser editadas, alteradas ou removidas por outros contribuidores. Se você não deseja que o seu texto seja inexoravelmente editado, não o envie.
Você está, ao mesmo tempo, a garantir-nos que isto é algo escrito por si, ou algo copiado de alguma fonte de textos em domínio público ou similarmente de teor livre (veja Wikiparques:Direitos de autor para detalhes). NÃO ENVIE TRABALHO PROTEGIDO POR DIREITOS DE AUTOR SEM A DEVIDA PERMISSÃO!

Cancelar Ajuda de edição (abre numa nova janela)

Predefinição usada nesta página: