Categorias
Blog

Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca na rota das trilhas de longo curso

Sinalização de trilhas começou no último fim de semana. Iniciativa vai de encontro ao objetivo de criar grandes corredores de conectividade de paisagens naturais no país.

Sinalização da Trilha da Caranha, que liga as Praias da Barra e Ouvidor, em Garopaba. Foto: Divulgação/Rodrigo Prux de Oliveira e Cristiane Bossoni


A
Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (SC) está recebendo um novo modelo de sinalização na Trilha da Caranha, que liga as Praias da Barra e Ouvidor, em Garopaba. A sinalização começou a ser realizada nos dias 23 e 24/11 e vai ao encontro da implementação do Sistema Brasileiro de Trilhas. O objetivo é conectar diferentes unidades de conservação do Brasil, ao ligar quatro grandes corredores de paisagens naturais no país.

Um desses corredores, a Trilha Litorânea, passará pelas cidades de Garopaba e Imbituba, em Santa Catarina. Com 8 mil km, este percurso liga o Chuí ao Oiapoque ao longo da costa brasileira. Por conta da grande extensão, o governo federal quer assegurar a padronização da sinalização em todas unidades de conservação que compõem o trajeto da Trilha Litorânea.

Com sinalização adequada se garante a boa gestão das trilhas, são minimizados diversos tipos de impacto ambiental e é incentivado o ecoturismo e o turismo de base comunitária. Além disso, ela oferece segurança para quem usa a trilha e organiza o fluxo por um único traçado, protegendo a flora, a fauna e a formação de caminhos secundários. A iniciativa é do Projeto de extensão de aperfeiçoamento profissional dos Condutores Ambientais e Guias de Turismo do IFSC Garopaba e do ICMBio.

A Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca terá uma sinalização específica, no formato de sola de bota com uma baleia franca, com sua cauda e nadadeiras em seu desenho. As cores adotadas serão o preto e o amarelo, de acordo com o padrão da rota principal da Trilha Litorânea. As cores adotadas seguem o padrão nacional da sinalização, com pegadas pretas e amarelas, conforme o sentido que se quer demonstrar (norte-sul e sul-norte).

 

*Com informações do ICMBio

 

 

 

Comentários

comentários