Categorias
Blog

Ceará cria a Área de Relevante Interesse Ecológico Fazenda Raposa

Criada na quinta-feira (30/04), a área objetiva a proteção de espécimes da vegetação nativa e exótica do Cerrado, como as carnaúbas, as palmeiras, o marmeleiro, o sabiá, o mufumbo, a jurema preta, o mororó e o pau branco.

A quarta ARIE do Estado, a área está inserida em local de relevância ambiental ideal à preservação do patrimônio genético de carnaúbas nativas e exóticas. Foto: SEMA-CE

Na última quinta-feira, dia 30/o4, o Diário Oficial do Ceará  publicou o Decreto Estadual n°33.568 que cria uma nova unidade de conservação estadual, a Área de Relevante Interesse Ecológico Fazenda Raposa (CE). A quarta unidade de conservação deste tipo no estado está localizada no município de Maracanaú e tem uma área total de 136,65 hectares.

A área de relevante interesse ecológico (ARIE) é uma área de pequena extensão, com pouca ou nenhuma ocupação humana, protegida por suas características naturais singulares ou por abrigar exemplares raros da fauna e flora de uma região. O processo de criação desta unidade de conservação foi iniciado em outubro 2018, seguido de uma Consulta Pública realizada em novembro de 2019 para que a população local e partes interessadas se manifestassem sobre a proposta de criação. “Foram realizadas vistorias técnicas no local para subsidiar os estudos dos meio físico, biótico e socioeconômico”, explicou o titular da  Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) do Ceará, Artur Bruno.

A área objetiva a proteção de vegetação nativa diversificada, a preservação de habitats reprodutivos remanescentes cercados por áreas urbanas e preservação do patrimônio genético de carnaúbas nativas e exóticas do Cerrado, bem como as palmeiras, o marmeleiro, o sabiá, o mufumbo, a jurema preta, o mororó e o pau branco.

Os passos seguintes ao processo de criação consistem na criação do Conselho Gestor da nova unidade e seu regimento interno, em até 180 dias, além da formulação do Plano de Manejo, em até 5 anos.

 

*Com informações da SEMA-CE

 

 

 

Comentários

comentários