Categorias
Blog

Monumento Natural Salto São João inaugura mirantes e centro de visitantes

A unidade de conservação abriga o Salto São João, um dos cartões-postais da região. Foram investidos R$2,5 milhões em obras.

SaltoSãoJoão_AgenciaEstadualdeNoticiasParaná_Divulgação
O Salto São João, principal atrativo do Monumento Natural. Foto: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Localizado no município de Prudentópolis, a cerca de 200 Km de Curitiba, o Monumento Natural Salto São João (PR) abriga um dos principais cartões-postais da região: a cachoeira Salto São João. Para melhorar a recepção dos turistas que vêm conhecer a queda de 84 metros de altura, o governo do estado investiu R$ 2,5 milhões em obras. O resultado foi inaugurado na última sexta-feira (17/11): dois mirantes, um centro de visitantes, estacionamento, casa para os guardas-parque e alojamento para pesquisadores.

Os recursos são provenientes de compensação ambiental. Durante a solenidade de abertura, o governador paranaense, Beto Richa, confirmou que outros R$ 5 milhões serão investidos para fazer o calçamento de um trecho de 15 Km e para construção de trilhas com acessibilidade para pessoas com deficiências e dificuldade de locomoção.

O governador ressaltou ainda a importância de conciliar o desenvolvimento com a preservação do meio ambiente e a inclusão social. “Temos que aproveitar essas belezas naturais para ampliar o turismo, que gera riqueza, oportunidade de emprego e renda. Mas, acima de tudo, dar condições para que as pessoas conheçam essas belezas, porque quando conhecem ajudam a preservar” explicou o governador.

As autoridades presentes cortam a fita para selar a inauguração do centro de visitantes da unidade. Foto: Jaelson Lucas/ANPr

Durante a inauguração também foi assinado um convênio de gestão compartilhada entre o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), órgão gestor do monumento natural, e a Prefeitura de Prudentópolis. Os parceiros estabelecerão de forma conjunta estratégias e ações voltadas para o uso da unidade. De acordo com o presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, “a prefeitura vai cuidar de receber as pessoas e fazer todo o atendimento e o IAP vai cuidar da unidade de conservação. Para nós é muito significativo trazer o município como parceiro em um projeto como este”.

 

*Com informações Instituto Ambiental do Paraná

 

 

 

Comentários

comentários