Categorias
Blog

Pará ganha primeira trilha de longo curso

A recém-inaugurada Rota Guarumã cruza três unidades de conservação e quatro municípios em percurso de 30 quilômetros pela Grande Belém.

Pegada de sinalização da Rota Guarumã. Foto: Julio Meyer/Facebook

Neste final de semana (14 e 15/12) foi inaugurada a primeira trilha de longo curso do Pará. Com 30 quilômetros de extensão, a Rota do Guarumã passa por três unidades de conservação: o Parque Estadual do Utinga (PA), a Área de Proteção Ambiental Metropolitana de Belém (PA) e o Refúgio de Vida Silvestre Metrópole da Amazônia (PA). O trajeto também é o primeiro trajeto paraense a fazer parte do Sistema Brasileiro de Trilhas de Longo Curso do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

A Rota do Guarumã é toda sinalizada de acordo com o padrão nacional de sinalização de trilhas e pode ser feita em dois sentidos: o percurso com saída do Utinga e chegada à Comunidade do Maravilha, em Benevides; e o caminho de volta, saindo do Maravilha e chegando ao parque estadual. Ambos os sentidos esbanjam riquezas naturais da Grande Belém, como áreas de floresta, vida silvestre, rios e travessias.

A diversidade da fauna está entre as muitas atrações da Rota do Guarumã.Foto: Ideflor-bio/Divulgação

No percurso também estão comunidades tradicionais da região, como a Nossa Senhora dos Navegantes e a Comunidade Quilombola do Abacatal. Lá os visitantes podem ser recebidos pela população local, capacitada para prestar serviços como alimentação, travessias e hospedagem para quem não desejar dormir acampado.

A Rota do Guarumã já pode ser feita livremente. Aqueles que desejam realizar o percurso acompanhados de um condutor habilitado, podem encontrar os contatos nesta página. Lá é possível encontrar mais informações e também as normas gerais de funcionamento da Rota.

*Com informações do Ideflor-bio

Comentários

comentários