Os visitantes do Parque Estadual Pico Paraná, entre os municípios de Antonina e Campina Grande do Sul, no Litoral do Estado, têm a partir desta semana o acesso livre às trilhas. Foto: Harvey F. Schlenker / IAP

Os visitantes do Parque Estadual Pico Paraná, entre os municípios de Antonina e Campina Grande do Sul, no Litoral do Estado, têm a partir desta semana o acesso livre às trilhas. Foto: Harvey F. Schlenker / IAP

Desde o início do mês de agosto, os visitantes do Parque Estadual Pico Paraná têm acesso livre às trilhas. Uma nova área de passagem foi criada graças à uma aquisição de terreno pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), órgão responsável pela unidade de conservação. Localizado no alto de montanhas entre os municípios de Antonina e Campina Grande do Sul,  o acesso ao

 Parque se dava pelas áreas particulares no seu entorno, que cobravam de montanhistas e visitantes pela passagem.

O terreno da área de passagem foi desapropriado pela Prefeitura de Campina Grande do Sul e cedido ao órgão ambiental. Com esta desapropriação, criou-se um novo caminho para chegar ao parque que dá ao cidadão o direito do livre acesso às áreas públicas.

A área de acesso também receberá investimentos em breve para dar melhores condições de uso aos visitantes, com a construção de uma base para os montanhistas e estrutura de acesso aos visitantes. Para os moradores da região, cria-se a oportunidade de novos negócios de serviços turísticos como estacionamento, alimentação e hospedagem. A região atrai montanhistas e aventureiros já que o Parque Estadual abriga o ponto mais alto do Sul do país, o Pico Paraná com 1.877,39 metros.

28072015-placa-parque

Foto: Harvey F. Schlenker / IAP

 

*Com informações do IAP

 

 

 

 

Comentários

comentários