Nova estrutura está localizada no módulo de pesquisa das trilhas, que compõem uma malha de 14 quilômetros. Foto: Divulgação Agência de Notícias do Acre

Nova estrutura está localizada no módulo de pesquisa das trilhas, que compõem uma malha de 14 quilômetros. Foto: Divulgação Agência de Notícias do Acre


A observação de aves é um grande potencial turístico no Brasil e, aos poucos, as unidades de conservação têm percebido isso e se adequado para receber da melhor forma esse público. Com essa proposta, o Parque Estadual Chandless (AC) inaugurou no final de agosto a sua segunda plataforma para que os observadores tenham um lugar privilegiado para ver a rica avifauna da unidade amazônica. A estrutura foi instalada em uma árvore da espécie cumaru-ferro, no módulo de pesquisa das trilhas, em um local com visibilidade para as zonas baixas dos pequenos igarapés da região e do próprio rio Chandless.

A primeira plataforma foi aberta em novembro de 2016. O projeto prevê ainda a construção de uma terceira estrutura para fomentar a observação de aves e a pesquisa. A construção reduz os possíveis impactos ambientais das atividades e oferece maior comodidade. O projeto é fruto de uma parceria com as secretarias de Turismo e Lazer (SETUL) e Meio Ambiente (SEMA).

Parque Estadual Chandless

Localizado entre os municípios de Manoel Urbano, Sena Madureira e Santa Rosa do Purus, conta com uma das áreas mais ricas em biodiversidade, além de ter um patrimônio genético com a presença de espécies endêmicas e ameaçadas de extinção. Segundo registros, há mais de 1.374 espécies de animais no local, em uma área que contempla 690 mil hectares, o que equivale a 4% de todo o território acreano.

Saiba mais sobre esta unidade e colabore com o verbete no WikiParques!

 

*Com informações Agência de Notícias do Acre

 

 

 

 

Comentários

comentários