A pegada de Ubajara na entrada da Trilha Samambaia. Foto: Gilson Mota


Cinco dias depois da criação da Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso, as pegadas amarelas e pretas dão novos passos na sua missão de conectar e sinalizar as áreas protegidas brasileiras. A mais recente adição ao sistema é o Parque Nacional de Ubajara (CE) que, ontem (24/10), sinalizou os 4 quilômetros da Trilha da Samambaia. A ação reuniu brigadistas e funcionários do parque, além de condutores de visitantes e voluntários.

A pegada com o teleférico e as estalactites e estalagmites. Foto: Gilson Mota

A trilha da Samambaia é dividida em dois percursos que levam a dois atrativos do parque: o Mirante Gameleira e a Cachoeira do Cafundó. De acordo com o gestor de Ubajara, Gilson Mota, este é apenas o início do trabalho, que tem como objetivo sinalizar todas as trilhas existentes no parque para “depois sinalizar novas trilhas, até fazermos a conexão com a Área de Proteção Ambiental da Serra da Ibiapaba e com o Parque Nacional de Sete Cidades, no Piauí”. Entre os dois parques, em linha reta, há uma distância de aproximadamente 100 quilômetros.

Na sola da pegada que passará a sinalizar os caminhos de Ubajara está estampado o teleférico, que é um dos símbolos e atrativos da unidade de conservação (atualmente desativado). Na marca também aparecem as estalactites e estalagmites que são a logomarca do parque, cujo principal ponto turístico é a Gruta Ubajara, com uma extensão de 1.200 metros.


O Parque Nacional de Ubajara

O Parque Nacional de Ubajara está localizado no interior do Ceará, entre os municípios de Ubajara,Tianguá e Frecheirinha. O parque está aberto à visitação e oferece atrativos como: trilhas, mirantes, grutas e cachoeiras. Não há cobrança de ingresso no parque atualmente e o visitante paga apenas pelos serviços de guia, de acordo com o passeio (veja tabela com os valores aqui). O acompanhamento por um guia ainda é obrigatório nos passeios pelas trilhas e na visita à Gruta Ubajara.

 

 

 

Comentários

comentários