Orquídea Vanilla pompona, registrada pela 1ª vez no estado do Pará. Foto: Leandro Ferreira Goeldi/Divulgação


Durante a realização do inventário das vegetações do Parque Estadual do Utinga (PA), os pesquisadores tiveram uma grande surpresa: o registro inédito da espécie de orquídea Vanilla pompona. A espécie, da qual se extrai o aromatizante de baunilha, nunca havia sido registrada no estado do Pará. Além do ineditismo da descoberta, os pesquisadores também se surpreenderam com a presença da planta no parque, localizado no meio da região metropolitana de Belém. A pesquisa foi feita em parceria pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio) com o Museu Paraense Emílio Goeldi.

“O mais incrível é encontrar essa planta na Região Metropolitana de Belém, dentro do Parque do Estadual do Utinga. Isso nos levou a desenvolver projetos de pesquisas aqui dentro com alunos de graduação, mestrado e doutorado”, pontua o pesquisador da Coordenação de Botânica do Goeldi, Dr. Leandro Ferreira, que fez a descoberta durante o inventário. “Temos aqui, no Utinga, um laboratório natural para estudo da biodiversidade e, o mais importante, uma ferramenta de formação acadêmica e para fixar profissionais de alto gabarito para atuar no Estado do Pará”, afirma.

Ferreira explicou que os indivíduos dessa espécie entram em floração nesta época do ano e, por isso, estão sendo monitorados diariamente, para que se busque mais informações sobre a produção de flores e frutos, para aumentar o conhecimento biológico acerca da espécie. A principal informação é que se extrai a essência da baunilha dos frutos da Vanilla, muito utilizada na culinária.

A partir dessa descoberta, a espécie foi catalogada geograficamente no Pará pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro, que administra o site Flora Brasil. Há pelo menos sete indivíduos da espécie Vanilla pompona dentro do parque. A ideia é retirar partes da planta para colocar em outros indivíduos dentro da vegetação do parque e com isso aumentar as populações dessa espécie.

O levantamento da flora no parque já identificou 1.374 indivíduos, totalizando 197 espécies em 41 famílias botânicas.

 

*Com informações Ideflor-bio

 

 

 

Comentários

comentários