Pesquisadores usam binóculos e máquinas fotográficas durantes os censos mensais. Foto: Diego Mendes/ICMBio

Pesquisadores usam binóculos e máquinas fotográficas durantes os censos mensais. Foto: Diego Mendes/ICMBio

Reserva Biológica Guaribas (PB), a Reserva Particular do Patrimônio Natural Engenho Gargaú (PB), o Refúgio de Vida Silvestre da Mata do Buraquinho (PB) e outros fragmentos de Mata Atlântica da Paraíba são alvo de um censo de aves realizado pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Aves Silvestres (Cemave), do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O projeto objetiva levantar dados estimativos de abundância das espécies, a fim de contribuir para o processo de avaliação do estado de conservação das aves brasileiras.

Segundo Diego Lima, analista ambiental do Cemave, há no Brasil grande lacuna no conhecimento sobre dados populacionais de espécies da avifauna. “Esses dados são de suma importância para aprimorar o conhecimento sobre o real estado de conservação das aves brasileiras, porém são raros na literatura, especialmente na Mata Atlântica do Nordeste. Daí a importância desse nosso projeto”, afirma.

O projeto Estimativa de densidade populacional de aves ameaçadas da Mata Atlântica do Nordeste pelo método de transecção linear registrou, até agora, as seguintes espécies e subespécies ameaçadas: barranqueiro-do-nordeste (Automolus lammi), cuspidor-de-máscara-preta (Conopophaga melanops nigrifrons), maria-de-barriga-branca (Hemitriccus griseipectus naumburgae), udu-de-coroa-azul (Momotus momota marcgraviana), papa-taoca-de-pernambuco (Pyriglena pernambucensis), bico-virado-miúdo (Xenops minutus alagoanus) e arapaçu-rajado-do-nordeste (Xiphorhynchus atlanticus).

Os censos são realizados mensalmente com auxílio de binóculos e máquinas fotográficas. “O projeto é de baixo custo, podendo ser executado em longo prazo e replicado para outros fragmentos de Mata Atlântica nordestina, permitindo análises temporais e espaciais”, afirma Diego Lima.

Udu-de-coroa-azul. Foto: Emanuel Barreto/ICMBio

Udu-de-coroa-azul. Foto: Emanuel Barreto/ICMBio

Papa-taoca-de-pernambuco. Foto: Emanuel Barreto/ICMBio

Papa-taoca-de-pernambuco. Foto: Emanuel Barreto/ICMBio

 

*Com informações da Comunicação ICMBio

 

 

Comentários

comentários