Foto: Patricia Ferreti/SOS Mata Atlântica


Estão abertas as inscrições para edital que beneficiará projetos voltados para o fortalecimento de iniciativas para o uso sustentável dos recursos naturais em unidades de conservação costeiras e marinhas da Mata Atlântica nos estados da Bahia, Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte. O edital foi lançado pela Fundação SOS Mata Atlântica. As inscrições vão até o dia 21/12. As iniciativas vencedoras receberão investimento de até R$30 mil.

Entre as iniciativas alvo deste edital estão projetos que assegurem a presença de comunidades tradicionalmente beneficiárias das unidades de conservação – como moradores do entorno ou beneficiários de unidades de uso sustentável – a organização de cadeias produtivas, a organização e fortalecimento institucional de associações locais, formação de lideranças, inclusão nos mercados, beneficiamento, rastreabilidade de produtos, turismo de base comunitária, entre outros.

Serão avaliados pela Fundação qualidade, coerência, pertinência e criatividade do projeto. Também serão verificados critérios como viabilidade técnica e financeira, relevância local e formação de parcerias na região.

“Queremos apoiar projetos que vêm fazendo a diferença e somando esforços na gestão das Unidades de Conservação. Estamos falando de um dos instrumentos mais importantes para a conservação da biodiversidade e manutenção dos recursos naturais com a participação das comunidades locais“, afirma Marcia Hirota, diretora-executiva da Fundação SOS Mata Atlântica.

Podem concorrer neste edital associações representativas de comunidades beneficiárias de unidades de conservação ou ONGs que estabeleçam parceria comprovada com as comunidades locais e com a gestão da unidade conservação. É importante, ainda, que o projeto esteja alinhado aos objetivos das áreas protegidas e de seu plano de manejo.

As inscrições serão feitas pelo site http://gerencia.sosma.org.br/ucs, onde há um manual com instruções detalhadas do uso do ambiente do sistema gerencial para a inclusão dos documentos e submissão da proposta. A versão completa do edital está disponível neste link.

 

*Com informações da Fundação SOS Mata Atlântica

 

 

 

Comentários

comentários