Unidades de conservação na costa do Espírito Santo irão receber mais R$13,4 milhões em recursos para consolidação como contrapartida pelos danos causados pelo rompimento da barragem em Mariana.