Há mais de 60 anos sem registros no estado, Ararajubas (Guaruba guarouba) criadas em viveiros paulistas serão devolvidas ao seus habitats naturais.