Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (PE). Foto: Bruno Melo


Embora protejam a maior biodiversidade do planeta, as cerca de 2.500 unidades de conservação (UCs) do Brasil são pouco frequentadas pela população, exceto pelos parques mais conhecidos, como o Parque Nacional da Tijuca (RJ), Parque Nacional do Iguaçu (PR), o Parque Nacional da Chapada Diamantina (BA), o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães (MT) e o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (PE). A campanha Um Dia no Parque quer mudar esta realidade e levar os brasileiros para os parques nacionais no dia 22 de julho.

Idealizada pela Rede Pró UC em parceria com a Coalizão Pró-Unidades de Conservação, a campanha tem o objetivo de mostrar às pessoas que perto delas provavelmente há uma unidade de conservação, e que ali é possível praticar diferentes atividades, tanto sozinho como em grupo. “Queremos mostrar que o meio ambiente está mais perto do que as pessoas imaginam. Você não precisa viajar ao outro extremo do país para apreciar a natureza. Valorizar parques e reservas é reconhecer a importância das áreas verdes protegidas para nossas vidas”, afirma a bióloga da Fundação SOS Mata Atlântica, Erika Guimarães, especialista em parques e reservas.

Além de levar as pessoas às Unidades de Conservação para lazer, a campanha quer mostrar ao público a importância destas áreas para a qualidade de vida também nas cidades, já que as unidades são responsáveis por cerca de 35% da água consumida no Brasil.

A data foi escolhida por ser próxima ao aniversário do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC). De acordo com Angela Kuczach, diretora-executiva da Rede Pró UC, “este é um projeto de longo prazo. Nosso objetivo é criar uma cultura de reconhecimento e valorização das Unidades de Conservação pela população brasileira. Então, assim como temos dias de conscientização e celebração, queremos estabelecer uma data para incentivar a visitação às Unidades de Conservação no Brasil”.

Coalizão Pró-Unidades de Conservação

Um grupo de instituições que se propõe a congregar empresas e organizações da sociedade civil comprometidas com a valorização e a defesa das Unidades de Conservação da Natureza. Fazem parte da coalizão: Rede Pró UC, Fundação SOS Mata Atlântica, Conservação Internacional – CI Brasil, Fundação Grupo Boticário, Imaflora, Instituto Semeia, WWF-Brasil, The Nature Conservacy – TNC Brasil e Imazon.

 

*Com informações da Rede Pró UC

 

 

 

Comentários

comentários