Serra da Misericórdia e uma das favelas em seu entorno. Foto: dhani borgeshttps://www.flickr.com/photos/dhani_b/4642405036

Serra da Misericórdia e uma das favelas em seu entorno. Foto: dhani borges

Há 20 anos que os moradores do entorno da Serra da Misericórdia (RJ) têm reivindicado junto ao governo municipal a criação de um grande parque ecológico de uso múltiplo na área. A Serra da Misericórdia é um maciço rochoso que abriga a última área verde com Mata Atlântica e abrange de 27 bairros do subúrbio carioca. Através do pedido, buscam a revitalização de toda a área verde e a criação de uma infraestrutura que promova a melhoria da qualidade de vida da população das mais de 2 milhões de pessoas que ali vivem, em sua maior parte em favelas, como Complexo do Alemão e da Penha.

Ao longo dos anos, associações voluntárias nascidas nas comunidades e instituições pressionaram o governo municipal a criar leis municipais, como os decretos nº 19.144/2000, que institui a Área de Proteção Ambiental e Recuperação Urbana (APARU), e o nº 33.280/2010, que criou o Parque Urbano da Serra da Misericórdia. No entanto, nenhuma dessas leis saiu do papel ainda: todos os projetos apresentados foram abandonados sob alegação do Poder Público de outras prioridades. 

Diante da situação, a ONG Verdejar Socioambiental lançou um petição online para pressionar a Prefeitura do Rio e suas Secretaria de Habitação e Meio Ambiente à efetivar a criação do Parque Municipal da Serra da Misericórdia. Você pode se juntar à mobilização aqui.

 

 

 

Comentários

comentários