Parque Estadual Cachoeira da Fumaça

Fique por dentro das novidades do Parque Estadual Cachoeira da Fumaça no Blog do WikiParques


Parque Estadual Cachoeira da Fumaça
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Espirito Santo
Município: Alegre
Categoria: Parque
Bioma: Mata Atlântica
Área: 162,5 hectares
Diploma legal de criação: Decreto nº 2.791-ES, de 24 de agosto de 1984 (Desapropriação da área) e instituído e ampliado pelo Decreto nº Nº 2220-R, de 19 de fevereiro de 2009
Coordenação regional / Vinculação: Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo
Contatos: Endereço: Gerência de Recursos Naturais - Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos - Jardim América - Cariacica/ES

CEP: 29.140-500 E-mail: 1. pecf@iema.es.gov.br

Chefe da Unidade: Erica Rodrigues Munaro Gabrig Turbay

Índice

Localização

O Parque Estadual da Cachoeira da Fumaça está localizado no Município de Alegre, distante aproximadamente 33 Km da sede municipal e 228 Km da capital do Espírito Santo.

Como chegar

O acesso se dá por estrada pavimentada com calçamento de paralelepípedo, em perfeitas condições de tráfego de veículos de pequeno porte.

Ingressos

Para a visitação não é necessário agendar, a não ser se o grupo for muito grande.

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Objetivo geral: preservação de ecossistemas naturais de grande relevância ecológica e beleza cênica, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico. Objetivos específicos: I. Proteger os fragmentos florestais remanescentes localizados na área; II. Desenvolver o turismo sustentável regional, integrado às condições naturais dos ecossistemas, das paisagens e belezas cênicas; III. Desenvolver programas setoriais, incluindo o turismo, educação, fiscalização e monitoramento ambiental; IV. Contribuir para o desenvolvimento de pesquisas científicas na área da ecologia aplicada, biologia, geologia, hidrologia e outras de interesse para a conservação e preservação dos ecossistemas naturais; V. Contribuir para a instalação de processos naturais de recuperação dos ecossistemas e para a recuperação induzida, de acordo com projetos definidos no Plano de manejo e aprovados pelo IEMA, ouvido o Conselho Consultivo; VI. Implantar equipamentos e serviços necessários à consecução dos objetivos específicos constantes deste decreto.

Histórico

Teve sua área original desapropriada em agosto de 1984, por meio do decreto n°2791-E, sendo instituído e ampliado, em fevereiro de 2009, por meio dos decretos n°2220-R e n°155-S.

Atrações

Cachoeira da Fumaça, uma queda de 144m de altura.

Aspectos naturais

O Parque protege nascentes e remanescentes de um trecho conservado do rio Braço Norte Direito, afluente do rio Itapemirim. A região é formada por fragmentos florestais de mata ciliar e vegetação rupestre. Parte da área de pastagem foi restaurada com espécies nativas. Possui exuberante queda d’água de 144 metros de altura, além de trilhas bem demarcadas e de fácil acesso. Ao longo do rio a paisagem apresenta cascatas e corredeiras.

Relevo e clima

Fauna e flora

Sua flora é marcada por bromélias, helicônias, jacarandás-de-espinho, dentre outros, e a fauna é representada por animais raros como maitaca, martin-pescador-grande, lontra e gato-do-mato-pequeno.

Problemas e ameaças

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=1831

http://www.meioambiente.es.gov.br/default.asp?pagina=17184

http://alegre.es.gov.br/site/index.php/a-cidade/turismo/cachoeira-da-fumaca