Parque Estadual Dom Osório Stoffel

O Parque Dom Osório Stoffel, objetiva garantir a proteção dos recursos hídricos, a movimentação das espécies da fauna nativa, preservando amostra representativa dos ecossistemas existentes na área e proporcionando oportunidades controladas para uso pelo público, educação e pesquisa científica. O parque, porém, ainda não está aberto para visitação e não possui Plano de Manejo.



Parque Estadual Dom Osório Stoffel
Esfera Administrativa: Estadual
Estado: Mato Grosso
Município: Rondonópolis
Categoria: Parque
Bioma: Cerrado
Área: 6.422 hectares
Diploma legal de criação: Decreto Estadual n° 5.437, de 12 de novembro de 2002.
Coordenação regional / Vinculação: Secretaria de Estado do Meio Ambiente de Mato Grosso
Contatos: Secretaria de Estado do Meio Ambiente de Mato Grosso

Telefone: (65) 3613-7224

Unidade de Conservação do Parque Estadual Dom Osório Stoffel E-mail: cucomt@gmail.com Telefone: (65) 3613-7224 // (65) 3613-7252

Índice

Localização

O Parque Estadual Dom Osório Stoffel está localizado em uma região que abrange tanto a nascente como a calha do rio Ponte de Pedra até seu encontro com o rio Vermelho, no município de Rondonópolis, no sul do estado de Mato Grosso.

Como chegar

Ingressos

O parque se encontra fechado para visitação

Onde ficar

Objetivos específicos da unidade

Garantir a proteção dos recursos hídricos, a movimentação das espécies da fauna nativa,preservando amostra representativa dos ecossistemas existentes na área e proporcionando oportunidades controladas para uso pelo publico, educação e pesquisa cientifica.

Histórico

O parque foi criado em 2002, e seu nome é uma homenagem ao padre franciscano Dom Frei Osório W. Stoffel, uma figura reconhecida no município de Rondonópolis e que faleceu no ano de criação do parque.

Até hoje não foi concluída a regularização fundiária do seu território e tampouco desenvolvido e regulamentado o seu Plano de Manejo.

Atrações

O parque é rico em rios, cachoeiras e animais silvestres, além de ser considerado um berçário para a reprodução de peixes durante a piracema.

Aspectos naturais

Relevo e clima

Relevo do Parque Estadual Dom Osório Stöffel com áreas aplainadas nos topos em transição bem marcada para áreas baixas na forma de rampas, escarpas e cuestas (cuesta é um relevo assimétrico que ocorre em bacias sedimentares quando a inclinação das camadas é monoclinal, ou seja, com mergulho em um único sentido)

Fauna e flora

A vegetação de Floresta ciliar do Parque Estadual Dom Osório Stöffel pode ser classificada como Floresta Estacional Semidecidual Submontana, nas áreas de encosta, e Floresta Estacional Semidecidual Aluvial. O Parque possui especificamente no trecho de floresta que acompanha o Rio Ponte de Pedra, demonstrando formações e espécies características dessa fitofisionomia.Dentre as espécies mais importantes da Floresta ciliar estão Anadenanthera spp. angicos, Apeiba tibourbou pau-de-jangada, Aspidosperma spp. perobas, Celtis iguanaea grão-de-galo, Enterolobium contortisiliquum tamboril, Inga spp. ingás, Myracrodruon urundeuva aroeira, Sterculia striata chichá, Tabebuia spp. ipês e Triplaris gardneriana pajeú. Em áreas mais abertas ou clareiras são comuns Cecropia pachystachya embaúba e Attalea speciosa babaçú .O Parque tem especificamente a Floresta de Galeria acompanhando pequenos córregos afluentes do Rio Ponte de Pedra, onde se mistura com a Floresta ciliar. Cerrado no sentido restrito essa fisionomia engloba a maior parte do parque, estando em transição para o Cerradão em vários trechos. Cerradão (Savana Florestada): o Parque possui essa fitofisionomia com características mais evidentes em sua porção sul. No Parque, as veredas localizam-se principalmente em escarpas, no início das encostas, caracterizada por vegetação de solo hidromórfico (Campo limpo úmido).

Problemas e ameaças

Incêndios criminosos e desmatamento em função da voracidade agropecuária; caça predatória.

Fontes

http://sistemas.mma.gov.br/cnuc/index.php?ido=relatorioparametrizado.exibeRelatorio&relatorioPadrao=true&idUc=460

http://sistemas.mma.gov.br/portalcnuc/rel/index.php?fuseaction=portal.exibeUc&idUc=460

http://www.franciscanos.org.br/?p=2611